segunda-feira, junho 17

Sileno vai buscar apoio federal para enfrentamento aos incidentes com tubarões no Grande Recife

Deputado estará em Brasília nesta quarta-feira (8) e procurará manter diálogo com autoridades como a ministra Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação

Sileno Guedes
Imagens: Wesley D’Almeida/Arquivo
O deputado estadual Sileno Guedes (PSB) anunciou, nesta terça-feira (7), durante reunião plenária na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que vai buscar apoio do Governo Federal para o enfrentamento aos incidentes com tubarões na Região Metropolitana do Recife. De acordo com o parlamentar, os impactos gerados pelo problema extrapolam as fronteiras locais, demandando envolvimento nacional. Nesta quarta (8), Sileno estará em Brasília e vai procurar manter diálogo com autoridades que compõem a equipe do presidente Lula (PT), como a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos (PCdoB).
“A questão do turismo em nossas praias não diz respeito apenas a Pernambuco, mas também ao Brasil. O Nordeste e o litoral pernambucano são destinos de interesse nacional e até fora do Brasil. Dito isso, acho importante resgatar que, em 2004, o então ministro [da Ciência e Tecnologia] Eduardo Campos foi quem fez o primeiro convênio com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), originando, naquela época, o projeto chamado Protuba. Os estudos começaram a ser feitos e vieram a ser interrompidos pelo Governo do Estado não em 2015, como vem sendo dito, mas em novembro de 2014”, recapitulou.
Ainda segundo Sileno, a busca por estratégias para o tema é complexa, já que envolve fatores ambientais e socioeconômicos. “Temos que lembrar que a praia é um ambiente gratuito e democrático para uma parcela da população que não pode pagar para ter lazer, além de ser o local de onde milhares de comerciantes tiram seu sustento. Foi muito importante a iniciativa da governadora Raquel Lyra (PSDB) de procurar parcerias com as universidades, mas precisamos também envolver o Governo Federal, incluindo, por exemplo, o Ministério da Ciência e Tecnologia, que pode ajudar muito nesse processo de pesquisa. Amanhã estarei em Brasília e vou procurar a ministra Luciana Santos para pedir que ela faça gestão junto ao Governo do Estado para envolver o Governo Federal nesse tema”, completou o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *