sábado, junho 22

Senador Randolfe Rodrigues está preparando o caminho de saída da Rede e o retorno ao PT

Parlamentar Deixa o partido após um longo período na sigla fundada por Marina

Randolfe e Lula
Lula e Randolfe Rodrigues durante anúncio do senador como líder do governo no Congresso – Pedro Ladeira-29.dez.22/Folhapress
O senador da república pelo estado do Amapá, Randolfe Rodrigues, atualmente filiado ao partido Rede Sustentabilidade, está preparando seu retorno para o Partido dos Trabalhadores após quase duas décadas fora da sigla petista.
Randolfe é uma das figuras nacionais de peso da Rede Sustentabilidade, partido fundado pela Deputada Federal e Ministra do Meio Ambiente e da Mudança Climática, Marina Silva.
Atualmente o parlamentar cumpre além da função para qual foi reeleito em 2018 para representar o estado do Amapá no senado, a liderança do governo Lula no Congresso Nacional.
A negociação do PT com Randolfe para migralção partidária está consolidade, e a decisão de mudança já está tomada por parte do senador, apenas a data de filiação que ainda não foi definida.
Randolfe Rodrigues chegou a propor a Rede uma fusão com o PT ou o PSB, porém internamente entre os dirigentes e filiados a possíbilidade disso ocorrer é dada como remota, praticamente impossível, por se tratar de um partido ideológico e tido como necessário no cenário político brasileiro.
Com a saída de Rodrigues, a Rede deixará de ter representação na casa alta, e o Partido dos Trabalhadores passará a ter 10 senadores no Senado Federal, o último senador da Rede que mudou de sigla também para o PT foi Fabiano Contarato do Estado do Espírito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *