segunda-feira, junho 17

Álvaro Porto critica governadora “Conversou merda demais”

Álvaro Porto, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, protagoniza polêmica ao criticar discurso da governadora Raquel Lyra em áudio vazado.

Raquel Lyra e Álvaro Porto. Foto - Arthur Mota
Raquel Lyra e Álvaro Porto. Foto – Arthur Mota

A falta de harmonia entre os poderes em Pernambuco se intensifica com a recente polêmica protagonizada pelo presidente da Assembleia Legislativa do estado, Álvaro Porto (PSDB). Em um episódio revelador, o político criticou abertamente o discurso da governadora Raquel Lyra (PSDB), utilizando termos considerados inapropriados.Em meio a um microfone aberto, Porto disparou a frase que gerou controvérsias: “conversou merda demais”, referindo-se ao pronunciamento de Raquel Lyra na Tribuna da Casa.

A situação ganhou contornos irônicos quando uma pessoa ao lado do presidente, também em tom de deboche, sugeriu que a governadora deveria saber a localização do estado que governa. “Você deveria ter perguntado onde é esse estado”, ironizou. Álvaro Porto finalizou o momento com uma incerteza sarcástica: “eu também queria saber”.A troca de farpas expõe a crise no relacionamento entre o Legislativo e o Executivo pernambucano, indicando um cenário de falta de diálogo e entendimento. A reação do presidente da Alepe revela um clima de insatisfação, aumentando a tensão política na região.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Em resposta às declarações de Álvaro Porto, a governadora Raquel Lyra emitiu uma nota repudiando veementemente a atitude do presidente da Assembleia Legislativa. A nota destaca a presença do seu governo na Assembleia para agradecer pelo ano anterior e ressalta a importância do diálogo na aprovação conjunta de projetos. Lyra classifica a fala de Porto como “lamentável” e aponta para a violência política presente não apenas em gestos, atitudes e ações, mas também agora em palavras.

No comunicado, Álvaro Porto reconheceu o uso inadequado do termo e atribuiu sua reação à indignação pela falta de resultados do governo em áreas cruciais, como saúde e segurança. Alegou que sua manifestação foi fruto dessa frustração, evidenciando a polarização de opiniões e a divergência de visões sobre o desempenho da gestão estadual.

📲Siga nosso perfil no Instagram

O episódio coloca em xeque a estabilidade política em Pernambuco, com o desfecho da crise entre os poderes ainda incerto. A sociedade pernambucana observa atentamente os acontecimentos, enquanto a expectativa por uma solução que promova o diálogo e a colaboração entre Legislativo e Executivo se torna cada vez mais urgente.

Aguarda-se uma posição mais clara dos envolvidos e a busca por soluções que possam amenizar as tensões políticas, garantindo o bom funcionamento das instituições e a efetiva representação dos interesses da população pernambucana. ⚖️🤝🗣️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *