quarta-feira, julho 24

Volkswagen suspende produção de carros no Brasil devido à estagnação do mercado

Montadora adota medidas temporárias em suas fábricas em resposta à queda na demanda

Foto: Divulgação/ Redes Sociais.
A Volkswagen anunciou na terça-feira, 27 de junho, a suspensão temporária da produção de veículos em suas três fábricas no Brasil, devido à estagnação do mercado automotivo. A decisão da montadora ocorre em meio ao programa de incentivo do governo federal à indústria automobilística, que oferece descontos para a compra de veículos com valor até R$ 120 mil.

A fábrica de São José dos Pinhais (PR), responsável pela produção do T-Cross, já estava operando em um turno de layoff (suspensão temporária do trabalho) desde 5 de junho. Essa medida deve durar entre dois e cinco meses. O segundo turno da mesma fábrica também parou nesta semana, utilizando o regime de banco de horas.

Na unidade de Taubaté (SP), onde são fabricados o Polo Track e o Novo Polo, ambos os turnos foram interrompidos nesta semana, também adotando o regime de banco de horas.

Já na unidade Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), onde são produzidos o Novo Virtus, Novo Polo, Nivus e Saveiro, a Volkswagen protocolou férias coletivas de dez dias para os dois turnos a partir de 10 de julho.

A empresa ressaltou que todas as medidas adotadas, como layoff e banco de horas, estão de acordo com o acordo coletivo firmado entre o sindicato e os colaboradores da Volkswagen.

Desde o início do ano até o início deste mês, já foram registradas pelo menos 14 paralisações em fábricas de automóveis, evidenciando os desafios enfrentados pelo setor diante da atual situação do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *