quinta-feira, junho 20

Queda e explosão de aeronave no aeroporto do Grupo Bom Futuro deixa dois mortos

Piloto e funcionário terceirizado são vítimas fatais; investigações estão em andamento.

Acidente
Foto: Divulgação
Uma tragédia abalou o aeroporto do Grupo Bom Futuro, em Cuiabá, na tarde de quarta-feira (4), quando uma aeronave bimotor modelo King Air sofreu uma queda logo após a decolagem, resultando em uma explosão que deixou dois mortos e dois sobreviventes. O piloto, de 42 anos, e um funcionário terceirizado do aeroporto, de 58, perderam a vida no acidente. Os dois passageiros sobreviventes, de 52 e 55 anos, foram resgatados e encaminhados a uma unidade hospitalar.
O impactante incidente foi capturado pelas câmeras de segurança do aeroporto, que registraram o momento em que uma das asas da aeronave se chocou contra o solo, levando à quebra de outras partes e à subsequente colisão contra um edifício em construção nas instalações do aeroporto.
O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou ao local por volta das 16h30 para combater o incêndio causado pela explosão. Simultaneamente, agentes do 6º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 6), vinculado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), iniciaram as investigações para determinar as causas do acidente.
A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a investigação incluirá a coleta e confirmação de dados, preservação de indícios, verificação inicial de danos causados à aeronave ou pelo avião, bem como o levantamento de outras informações cruciais para esclarecer o ocorrido.
Em comunicado oficial, o Grupo Bom Futuro esclareceu que a aeronave envolvida no acidente não faz parte de sua frota e afirmou que nenhum de seus funcionários estava entre as vítimas. O grupo expressou pesar pelo ocorrido e manifestou solidariedade às famílias das vítimas, enquanto aguarda as conclusões das investigações para entender as circunstâncias do trágico acidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *