segunda-feira, junho 17

Lula assina ordem de duplicação da BR-423 em Pernambuco

Com presença do presidente Lula, governadora Raquel Lyra e ministro dos Transportes, duplicação da BR-423 beneficiará Agreste e turismo.

Ao lado do presidente Lula, governadora Raquel Lyra comemora assinatura da ordem de serviço da duplicação da BR-423. Foto: Divulgação.
Ao lado do presidente Lula, governadora Raquel Lyra comemora assinatura da ordem de serviço da duplicação da BR-423. Foto: Divulgação.

Na tarde desta quarta-feira, dia 8 de novembro, uma importante etapa para o desenvolvimento do estado de Pernambuco foi concretizada com a assinatura da ordem de serviço para a duplicação da BR-423. A cerimônia, que ocorreu em Brasília, contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da governadora Raquel Lyra e do ministro dos Transportes, Renan Filho.

A BR-423 desempenha um papel fundamental na integração dos estados de Pernambuco, Alagoas e Bahia, conectando as cidades de Garanhuns (PE), Ouro Branco (AL) e Paulo Afonso (BA). A duplicação contemplará um trecho de 43,1 quilômetros, compreendendo a área entre os municípios de São Caetano e Lajedo, representando um investimento estimado em R$ 330,3 milhões por parte do governo federal.

O presidente Lula, em seu discurso, ressaltou a importância dessa obra para o Nordeste, destacando a parceria com o Estado e afirmando: “Por muitas décadas o Nordeste foi esquecido pelo poder central. Pernambuco ficou muito tempo sem receber investimento. O que faz uma obra acontecer é a clareza do projeto, e é por isso que também tomamos a decisão de retomar a Transnordestina até o Porto de Suape. Parabenizo a governadora Raquel Lyra, que tem sido nossa parceira, e afirmo que será recebida sempre pelo nosso governo.”

A governadora Raquel Lyra enfatizou a importância da obra, que atende a uma demanda antiga da população do Agreste. Além de fortalecer a conexão entre os estados, a BR-423 é fundamental para o escoamento de produtos locais, como confecções, queijo, leite, agropecuária e agricultura familiar. A duplicação promete contribuir para a geração de empregos, tanto durante a execução da obra quanto após a entrega, dinamizando a economia regional.

A articulação da governadora Raquel Lyra junto ao Novo PAC foi essencial para a realização dessa obra, apresentando-a como prioritária para o desenvolvimento do Estado. Os serviços de duplicação serão conduzidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em um trecho de 43,1 quilômetros da rodovia federal, abrangendo os quilômetros 18,2 ao 61,3.

Segundo o ministro dos Transportes, Renan Filho, essa obra não só favorecerá o escoamento da produção local, mas também impulsionará o turismo, pois a BR-423 é uma importante rota turística que conecta três estados brasileiros. Ele elogiou o trabalho do estado de Pernambuco, que agilizou o licenciamento ambiental para receber esses investimentos.

A duplicação da BR-423 é vista como um marco para a região. O deputado federal Carlos Veras, representando a bancada federal de Pernambuco, expressou sua alegria e afirmou que “estrada de qualidade ajuda a trazer mais dignidade para a população, faz escoar a produção e garante que as pessoas possam se deslocar de forma mais rápida.”

De acordo com o governo federal, a instalação do canteiro de obras e dos equipamentos já começou, com a preparação da pista para os serviços de terraplanagem e drenagem, inicialmente nos primeiros 20 quilômetros. A obra total abrangerá 83,1 quilômetros, ligando diversos municípios do Agreste, beneficiando cerca de 300 mil habitantes, com um investimento público previsto de R$ 554 milhões.

A cerimônia de assinatura da ordem de serviço contou com a presença de diversas autoridades, incluindo ministros, senadores, deputados federais e estaduais, além de prefeitos e o diretor-geral do DNIT, Fabrício Galvão. A duplicação da BR-423 promete impulsionar o desenvolvimento regional e a qualidade de vida dos habitantes, além de fortalecer a economia local e o turismo na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *