segunda-feira, maio 20

Governo de Pernambuco desapropria área no entorno do Canal do Fragoso para acelerar obras

Governo
Foto: Gabriela Takahashi/ Cehab


O Diário Oficial do Estado publicou, nesta quarta-feira (15), um decreto da governadora Raquel Lyra que “declara de utilidade pública” área de 220,7 hectares no município de Olinda, situada nas proximidades do Canal do Fragoso, que será usada para a execução de serviços da Via Metropolitana Norte. O Decreto, de nº 54.474, possibilita o destravamento das obras do corredor viário e, consequentemente, a realização de intervenções no canal, conhecido por provocar severos alagamentos nos períodos chuvosos. A obra foi entregue inacabada e atrasada pela gestão anterior. 

De acordo com a Companhia Estadual de Habitação (Cehab), empresa ligada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), as famílias que residem nas propriedades que serão afetadas pela determinação já vêm sendo conscientizadas sobre a necessidade de desocupação dos imóveis e receberão indenizações da administração estadual. Parte significativa dos moradores, inclusive, não demonstra resistência à negociação.

“Todas as famílias já foram abordadas, tanto pelo nosso pessoal do trabalho social, como pelos assistentes das empresas de engenharia responsáveis pela obra do Fragoso”, afirma o diretor de programas habitacionais da Cehab, Luiz Byron.

Trechos das obras da Via Metropolitana Norte, iniciadas em 2013, já foram entregues à população, como o alargamento e revestimento de trechos do Canal do Fragoso, por exemplo. A redução dos alagamentos na região em momentos de chuvas intensas já pôde até mesmo ser verificada nos últimos temporais que atingiram o município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *