domingo, fevereiro 25

Ex-governador João Doria pede desculpas a Lula por comemorar prisão em 2018

Em entrevista ao podcast Flow News, Doria reconhece erro e faz retratação por declaração inadequada.

João Doria
Foto: Reprodução
O ex-governador de São Paulo, João Doria, atualmente sem partido, admitiu ter errado ao comemorar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em abril de 2018 e pediu desculpas publicamente. A declaração polêmica, na qual Doria afirmou que a condenação de Lula “lavava a alma dos bons brasileiros”, foi feita logo após a transferência do petista para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, e agora, cinco anos depois, o político fez uma retratação durante uma entrevista ao podcast Flow News, concedida na última sexta-feira (22/9).
“Aquilo foi uma declaração imprópria e eu não tenho problema em reconhecer. Isso me ajuda a ser uma pessoa melhor, mais respeitada. Eu sei pedir desculpas, sei reconhecer quando eu erro. Não foi uma declaração adequada”, afirmou Doria durante a entrevista.
Na ocasião da prisão de Lula, a condenação do ex-presidente na operação lava jato foi amplamente comentada pela classe política. Doria, que na época era pré-candidato ao governo de São Paulo, divulgou a mensagem polêmica em suas redes sociais, elogiando a decisão da Justiça brasileira: “A decisão da Justiça brasileira de condenar à prisão Luiz Inácio Lula da Silva lava a alma dos bons brasileiros. Lava a alma daquelas pessoas que sabem o valor da Justiça e sabem também das mentiras que Luiz Inácio Lula da Silva colocou, pregou e propagou pelo Brasil”, declarou.
No entanto, a condenação de Lula foi posteriormente cassada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o que gerou uma série de debates políticos e jurídicos no país.

🇧🇷 Segue a fala de Doria se desculpando com Lula.

Corte do @Xandao__God.pic.twitter.com/RvHbWbIGAm

— Eleições em Pauta (@eleicoesempauta) September 25, 2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *