sexta-feira, junho 21

Alice Gabino se inscreve para vice na chapa de Dani Portela

Dirigente da Rede Sustentabilidade, Alice Gabino, busca compor chapa de esquerda liderada pelo PSOL, contrastando com Túlio Gadêlha e alinhando-se a Lula.

Alice Gabino lança pré-candidatura à vice na chapa de Dani Portela em Recife
Alice Gabino lança pré-candidatura à vice na chapa de Dani Portela em Recife. Foto: Divulgação

Em meio ao cenário político fervilhante da capital pernambucana, Recife, uma nova peça entra em jogo na corrida eleitoral: Alice Gabino, dirigente estadual e nacional da Rede Sustentabilidade, lança sua pré-candidatura à vice-prefeita. Seu objetivo? Juntar-se à deputada estadual Dani Portela, representante do PSOL, formando uma chapa de esquerda com foco na representação feminina e na causa preta.🌟

🔍 Em busca de representatividade: Gabino disponibilizou seu nome para a Federação PSOL/Rede na cidade do Recife, alinhando-se ao projeto liderado por Dani Portela. “É essencial que o povo recifense se veja representado nos espaços de tomada de decisão”, enfatiza.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Oposição e alinhamento político: Em contraponto à pré-candidatura de Túlio Gadêlha, que é alinhado à gestão de Raquel Lyra, Gabino ressalta seu projeto como uma voz de oposição ao governo municipal. Além disso, destaca sua sintonia com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com os princípios democráticos.

📜 Prazos e expectativas: As regras estabelecidas pela federação determinaram que as pré-candidaturas majoritárias deveriam ser inscritas até o último dia 5. Agora, com o prazo expirado, a expectativa paira sobre os partidos para definir os rumos do projeto para a Prefeitura do Recife.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Em um contexto político que clama por renovação e representatividade, a entrada de Alice Gabino na corrida eleitoral traz novas nuances ao debate. Sua busca por uma chapa de esquerda, pautada na diversidade e na luta por direitos igualitários, promete movimentar ainda mais o tabuleiro político da capital pernambucana. O desfecho dessa história, no entanto, está nas mãos do eleitorado recifense e nas decisões dos partidos envolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *