segunda-feira, maio 27

Thiago Brennand é interrogado sobre acusações de violência e estupro de modelo norte-americana

 Audiência virtual é realizada sobre caso de cárcere privado e tatuagem forçada em São Paulo

Foto: Reprodução

A Justiça de São Paulo conduziu uma nova audiência virtual nesta segunda-feira (3/7) com Thiago Brennand, no contexto do caso envolvendo uma mulher que teria sido mantida em cárcere privado e obrigada a tatuar as iniciais do empresário em seu corpo.

O processo está em andamento sob segredo de Justiça, e a identidade da vítima não foi divulgada. Ela alega ter sido agredida e ter um vídeo íntimo compartilhado sem consentimento por Brennand.

A audiência de instrução e o julgamento estão ocorrendo na 1ª Vara de Porto Feliz (SP), onde Thiago Brennand enfrenta acusações de estupro de uma modelo norte-americana.

Desde abril de 2023, Brennand encontra-se detido no Centro de Detenção Provisória 1 (CDP) de Pinheiros, na capital paulista.

No Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), estão em tramitação nove processos contra Thiago Brennand, abrangendo crimes de violência sexual, tortura, ameaça, sequestro, cárcere privado, lesão corporal, corrupção de menores, calúnia, injúria e difamação.

Agressão:

A vítima, cujo corpo foi tatuado, reside fora do Brasil. Ela tinha planos de visitar seus pais em Recife, em agosto de 2021. No entanto, antes de chegar à capital pernambucana, Thiago a convidou para visitá-lo.

Em uma entrevista ao programa Fantástico no ano passado, ela relatou que o primeiro dia com o empresário foi bom, mas no segundo dia ele tomou seu celular e a agrediu.

Após a agressão, Thiago se trancou em seu quarto com o telefone desbloqueado. Segundo a mulher, quando ela gritou pedindo o aparelho de volta, foi agredida novamente pelo empresário. “Ele saiu do quarto dele e disse: ‘nenhuma mulher que está comigo grita assim’. E começou a me bater novamente. Então, ele me levou para o quarto dele e começou a agir, à força”, disse.

De acordo com a vítima, no terceiro dia, os dois saíram para jantar em São Paulo, e ela cogitou pedir ajuda. “Quando me levantei, ele me puxou e disse: ‘você não pensa em abrir a boca para ninguém’. Eu voltei e sentei. E voltamos para casa”.

Tatuagem:

Após saírem do restaurante, o empresário informou que havia uma “surpresa” esperando pela mulher em sua casa. “Quando chegamos lá, o tatuador já estava presente, com tudo preparado”, relembrou ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *