segunda-feira, maio 20

Solidariedade sai em defesa dos trabalhadores da educação de Pernambuco

 Partido emitiu recomendação ao líder da bancada na ALEPE para que oriente a bancada para votação contrária ao PL que traz prejuízos aos profissionais da área

Foto: Divulgação

A direção estadual do Solidariedade foi o primeiro partido a sair em defesa dos trabalhadores da Educação na Assembleia Estadual de Pernambuco. Nesta quarta-feira, a direção estadual da legenda emitiu uma recomendação, direcionada ao líder do SD na ALEPE, o deputado estadual Luciano Duque, para que oriente a bancada da legenda a votar CONTRA o PL 712/2023 – que exclui a concessão de qualquer reajuste salarial mais de 52 mil trabalhadores em educação e atualiza o Piso Salarial do Magistério para apenas 6 mil professores efetivos e os professores temporários. A recomendação foi aprovada durante reunião da Comissão Provisória Estadual, realizada na quarta-feira(21). 

“Nosso compromisso com os profissionais da Educação em Pernambuco é antigo e permanente. Não há como um estado avançar, crescer e se desenvolver com Justiça Social sem educação pública, gratuita de qualidade. Temos acompanhado de perto a luta destes profissionais por seus direitos, que seguem sendo negados pelo Governo do Estado. Nossa bancada na ALEPE tem lado e é o lado da nossa gente”, destacou a vice-presidente nacional do partido, Marília Arraes. 

Leia a seguir a íntegra da nota:

Recife, 21 de junho de 2023.

Ao Excelentíssimo Sr. Deputado Estadual Líder do Solidariedade na ALEPE

LUCIANO DUQUE DE GODOY SOUSA

O Partido Solidariedade em Pernambuco, por meio de reunião de sua Comissão

Provisória Estadual, realizada na manhã do dia 21/06/2023, decidiu:

1. Em virtude da grave situação em que se encontra a Educação no Estado de

Pernambuco;

2. Tendo em vista que o Governo do Estado vem a desvalorizar a categoria dos profissionais da educação, esmagando e desconsiderando o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, pelo qual diversos profissionais buscaram uma qualificação ainda melhor, com cursos superiores, especializações, mestrados, doutorados etc;

3. Considerando que o Governo do Estado sequer se propõe a compensar perdas inflacionárias da categoria;

4. Ademais da extrema dificuldade de diálogo encontrada por diversas categorias em relação a posturas autoritárias do Governo Estadual. 

Desta maneira, nosso partido vem a recomendar ao excelentíssimo Deputado Estadual Luciano Duque, Líder do Partido Solidariedade na ALEPE, que em relação ao mérito do PL 712/2023, oriente votação CONTRA o projeto, uma vez que nosso partido é aliado da educação, do povo mais pobre e oprimido de Pernambuco e, portanto, a favor dos justos pleitos dos professores da Rede Estadual de Ensino de Pernambuco e demais profissionais da educação.

André Luiz Alves Neves de Souza

Presidente Estadual do Solidariedade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *