sexta-feira, fevereiro 23

Sinpol Pernambuco anuncia greve da Polícia Civil

Policiais civis de Pernambuco protestam por melhorias e aumento salarial. Governo se compromete a iniciar negociações, mas greve é anunciada para o Carnaval.

Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco anunciam paralisação - Foto- Alexandre Aroeira
Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco anunciam paralisação – Foto- Alexandre Aroeira

Na tarde desta terça-feira (6), o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) promoveu um ato em frente ao Palácio do Campo das Princesas, buscando melhorias nas condições de trabalho e aumento salarial. O evento contou com a participação de entidades coletivas da Polícia Civil, como peritos criminais, médicos legistas, escrivães e delegados, unidos em busca de valorização e estruturação para a categoria.

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe), Diogo Victor, destacou a importância da união das categorias. “A gente se uniu para cobrar a valorização e estruturação para a Polícia Civil”, afirmou.

Após a manifestação, representantes sindicais se reuniram com técnicos da Secretaria de Administração de Pernambuco e representantes da Casa Civil. No entanto, o resultado da reunião não foi satisfatório para o Sinpol, que anunciou a paralisação da categoria a partir da meia-noite desta sexta-feira (9).

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

A comissão formada pelo Sinpol relatou que, após a reunião, recebeu apenas a promessa de divulgação do cronograma de negociação a partir de 28 de fevereiro, com o início da mesa de negociação em março. As reivindicações da categoria incluem melhorias nas condições de trabalho, aumento salarial e do contingente. O efetivo atual de 5 mil policiais em Pernambuco está abaixo do ideal de 11 mil, de acordo com o Sinpol.

O presidente do Sindipol, Áureo Cisneiros, afirmou que a categoria está disposta ao diálogo nos próximos dias, mas ressaltou que a greve só será cancelada se houver uma proposta concreta do Governo de Pernambuco. “Estamos pedindo apenas que se inicie a negociação. Se não vier com proposta concreta, vamos continuar firme”, destacou Áureo.

📲Siga nosso perfil no Instagram

A greve, marcada para iniciar nesta sexta-feira (9), coincide com o início oficial do Carnaval de 2024 em Recife e Olinda, gerando preocupação em relação à segurança durante a festividade. Áureo reforçou que os policiais civis vão parar durante o Carnaval, cobrando melhorias na estrutura da Polícia Civil. “Queremos corrigir as distorções do plano de carreira e falar sobre a estrutura da polícia civil: a falta de estrutura, de efetivo e de padronização das unidades policiais”, pontuou o sindicalista, destacando o incêndio na delegacia de São Bento do Una como exemplo das condições precárias.

O deputado estadual Joel Da Harpa (PL), presente no ato e na reunião com os representantes do Governo, anunciou que se juntará a outros parlamentares a partir desta quarta-feira (7) para acelerar as negociações com os policiais civis.

Em nota oficial, o Governo do Estado de Pernambuco confirmou a reunião com a comissão do Sindipol e assegurou ter aberto o diálogo, comprometendo-se a apresentar um cronograma para reabertura das mesas de negociações ainda neste mês de fevereiro, com o intuito de discutir as pautas pleiteadas pela categoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *