quarta-feira, julho 24

São João de Caruaru transformará 50 toneladas de resíduos em renda para catadores

 Evento de grande porte adota medidas sustentáveis para a gestão de resíduos, beneficiando a cadeia da reciclagem e promovendo a economia circular

Material coletado durante às festividades – Foto: Divulgação

O São João de Caruaru, um dos maiores eventos festivos do Nordeste, está se destacando não apenas pela animação, mas também pela sustentabilidade. Em parceria com a Solar Coca-Cola e o Recicla Solar, a festividade espera receber cerca de quatro milhões de pessoas e contará com a compra de resíduos PET e vidro gerados durante o mês de junho, proporcionando renda para aproximadamente 100 catadores da região.

A coleta dos resíduos está sendo realizada por meio de uma central de triagem, onde os materiais são separados pela Associação de Catadores de Resíduos de Caruaru (ACRSC) e pelo Instituto do Meio Ambiente de Pernambuco (IMOA), com o auxílio da EcoMax. A expectativa é recolher 50 toneladas de resíduos ao longo da festividade.

“A Solar Coca-Cola, comprometida com os pilares ESG e enfatizando o aspecto ambiental, busca ser uma referência na gestão de resíduos. Além de patrocinar grandes eventos, estamos apoiando a sustentabilidade dessas celebrações, assumindo a responsabilidade pela destinação correta dos resíduos. Somente este ano, já recolhemos mais de 12 toneladas em eventos de grande público. Dessa forma, podemos impulsionar tanto as festas regionais quanto a economia circular, dando suporte à coleta em larga escala. Sabendo que Caruaru é um dos principais polos do Nordeste quando se trata de São João, não poderíamos perder a oportunidade de estimular a renda para os agentes da reciclagem”, afirma Flávio Scalco, diretor Regional da Solar Coca-Cola.

Com essa iniciativa, o São João de Caruaru se junta ao grupo de eventos de grande porte que promovem a sustentabilidade com o apoio do Recicla Solar. Além desta festividade junina, a engarrafadora também adquirirá resíduos PET e vidro provenientes dos 40 dias de comemoração do maior São João do Ceará, em Maracanaú. O objetivo é não apenas impulsionar a reciclagem, mas também promover a conscientização ambiental entre os frequentadores.

Para João Batista, presidente da ACRSC, essa ação é sinônimo de visibilidade e reconhecimento para os catadores. “Nós, catadores, desempenhamos um papel crucial na reciclagem e para o meio ambiente como um todo. É importante realizarmos nosso trabalho de forma segura, justa e com visibilidade, pois isso nos dá a oportunidade de mostrar a todos como nosso serviço é fundamental para a sociedade e para a natureza”, afirma o presidente da Associação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *