sexta-feira, abril 19

Recife é certificada pela Bloomberg Philanthropies pela atuação do Compaz

Recife recebeu o nível Ouro de Certificação, sendo o mais alto reconhecimento de uma cidade latinoamericana, pelo uso de dados na redução da violência.

Recife é certificada pela Bloomberg Philanthropies pela atuação do Compaz
Recife é certificada pela Bloomberg Philanthropies pela atuação do Compaz. Foto: Divulgação

O Recife foi certificado, nesta terça-feira (23), pela Bloomberg Philanthropies, através da Results for America, com o nível Ouro pela atuação do Compaz na redução da violência nos bairros onde atua. A cidade se juntou a outras 11 novas cidades dos Estados Unidos e da América Latina com a certificação, sendo a capital pernambucana contemplada com a mais alta condecoração de uma cidade latinoamericana. O reconhecimento do trabalho do Compaz se deu por estabelecer capacidades de dados excepcionais para embasar decisões políticas, distribuir recursos, melhorar serviços, avaliar a eficácia de programas e engajar os cidadãos.

A capital pernambucana conseguiu a Certificação a partir da experiência e resultados do Compaz, que gerou uma queda de 15% na violência ao longo de quatro anos nos territórios onde o equipamento está instalado. Para combater essa violência, bem como o tráfico de drogas, o Recife se inspirou em outras cidades como Medellín (Colômbia), que implementou com sucesso um projeto semelhante.

Sendo um equipamento inovador, o Compaz oferece uma ampla gama de programas e serviços de qualidade, desde aulas de matemática até aulas de artes marciais, para apoiar os esforços de prevenção a crimes e violência. Com o Compaz, a cidade aproveita dados e evidências no nível do bairro para encontrar e implementar soluções por e para as comunidades. Assim, o Recife apoia de forma equitativa e eficiente bairros carentes, abordando questões como segurança pública e mobilidade econômica com intervenções localizadas e direcionadas.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Além disso, o Esquadrão de Inovação e Transformação Aberta do Recife (E.I.T.A! Recife) também foi um dos pontos avaliados para a certificação nível Ouro. O E.I.T.A! Recife nasceu em uma cidade vocacionada para tecnologia, com um centro histórico que comporta o maior Parque Tecnológico Urbano e Aberto do Brasil, o Porto Digital, que abriga mais de 600 empresas e startups, e que produz um dos maiores faturamentos da cidade, com US$ 1 bilhão por ano.

O E.I.T.A! Recife é um movimento de vanguarda criado para promover uma transformação cultural no serviço público. Através de uma estratégia de design thinking para identificar problemas e de trilhas de inovação para buscar soluções disruptivas, o programa promove a cooperação entre os setores público e privado para solucionar desafios da sociedade e incentivar o ecossistema de inovação e tecnologia nacional.

No contexto latinoamericano, a necessidade de ações que reduzam a desigualdade nos centros urbanos transforma as trilhas de inovação do EITA! Recife em oportunidade de escalabilidade. Segundo o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), ao menos 1500 startups brasileiras possuem perfil para atuar no business to government (B2G) e ofertar soluções tecnológicas para governos.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Além do Recife, também foram contempladas com a  Certificação What Works Cities as cidades de Alexandria, Nova York, Port St. Lucie, Rochester e Rock Hill, nos EUA; Bogotá, Medellín e Rionegro, na Colômbia; Luján de Cuyo e Tres de Febrero, na Argentina; Monterrey, no México. Phoenix e Tempe, também nos EUA, avançaram para o Platinum, o mais alto reconhecimento possível, ao lado da cidade de Nova York, que se certificou neste nível pela primeira vez. O Padrão da Certificação What Works Cities mede o uso de dados por uma cidade com base em 43 critérios. Uma cidade que alcança de 51% a 67% dos 43 critérios é reconhecida com a Certificação de nível Prata. É necessário obter de 68% a 84% para chegar ao nível Ouro e 85% ou mais para atingir o nível Platinum.

O programa de Certificação What Works Cities, lançado em 2017 pela Bloomberg Philanthropies e liderado pela Results for America, é o padrão internacional de excelência de dados para governança urbana, e é aberto a qualquer cidade da América do Norte, Central ou do Sul com uma população de 30 mil habitantes ou mais. Fortalecida em 2022 para incluir novos requisitos de equidade, a Certificação What Works Cities continua a definir um padrão de excelência para governos locais informados por dados.

O padrão reflete as práticas, as políticas e os recursos que os governos municipais devem ter em vigor para aproveitar os dados de forma eficaz para uma melhor tomada de decisão. Com o anúncio desta terça (23), 74 cidades alcançaram a distinção da certificação What Works Cities e mais de 160 cidades submeteram suas candidaturas desde 2017.

“Estamos animados em dar as boas-vindas a essas 12 cidades recém-certificadas que têm um foco coletivo em como os dados podem ser usados para construir comunidades mais fortes”, disse Rochelle Haynes, Diretora Administrativa da Certificação What Works Cities. “Essas cidades entendem que o uso de dados pelo governo local é uma pré-condição para resolver problemas, avaliar o que está funcionando e melhorar a forma como suas prefeituras fazem negócios. E elas estão investindo seus recursos para isso”, completou.

“O programa de certificação What Works Cities da Bloomberg Philanthropies representa uma comunidade cada vez maior de formuladores de políticas que elevam o padrão do que é possível para o governo local quando os dados são aproveitados para enfrentar os principais desafios e oportunidades enfrentados pela cidade” , destacou James Anderson, que lidera o programa de Inovação governamental na Bloomberg Philanthropies.

“Mais de 160 cidades em todas as Américas estão buscando o selo de aprovação da Certificação What Works Cities porque as prefeituras, como qualquer outra organização moderna eficaz, devem utilizar dados para tomar melhores decisões. O programa oferece aos governos locais essa bússola e estamos felizes por ver que seu alcance continua a crescer”, acrescentou.

Sobre a Certificação What Works Cities:

O programa de Certificação What Works Cities, lançado em 2017 pela Bloomberg Philanthropies e liderado pela Results for America, é o primeiro padrão de excelência do gênero para governos locais bem administrados e informados por dados. A Certificação What Works Cities reconhece e celebra os governos locais pelo uso excepcional de dados para informar decisões políticas, alocar fundos, melhorar serviços, avaliar a eficácia dos programas e envolver os moradores.

Sobre a Results for America:

A Results for America está ajudando os tomadores de decisões em todos os níveis governo a aproveitar evidências e dados para progredir em nossos maiores desafios. Nossa missão é investir no que funciona no “novo normal”, de modo que, quando os formuladores de políticas tomam decisões, comecem buscando as melhores evidências e dados disponíveis e, em seguida, usem as descobertas para obter melhores resultados. Para obter mais informações, visite results4america.org.

Sobre a Bloomberg Philantropies:

A Bloomberg Philanthropies investe em 700 cidades e 150 países em todo o mundo para garantir uma vida melhor e mais longa para o maior número de pessoas. A organização concentra-se em criar mudanças duradouras em cinco áreas principais: Artes, Educação, Meio Ambiente, Inovação Governamental e Saúde Pública. A Bloomberg Philanthropies abrange todas as doações de Michael R. Bloomberg, incluindo sua fundação, filantropia corporativa e pessoal, bem como a Bloomberg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *