segunda-feira, maio 27

Polícia gaúcha participa de operação contra o neonazismo

A ação aconteceu em duas cidades do Rio Grande do Sul, na terça-feira (11)

Foto: Divulgação/Polícia Civil-Porto Alegre

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul participou de uma operação de combate ao neonazismo, em parceria com a Polícia Civil de Santa Catarina, na terça-feira (11) nas cidades de Passo Fundo e Nova Petrópolis.
As equipes cumpriram mandado de busca e apreensão no estado gaúcho, com o apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Passo Fundo e da Delegacia de Polícia de Nova Petrópolis.
Em Nova Petrópolis, na Serra Gaúcha, os policiais prenderam uma mulher em flagrante que tentou resistir e disparou contra os agentes. Na casa dela, foram encontrados duas armas, munições e diversos itens nazistas.
Já em Passos Fundo, a apreensão aconteceu em uma estamparia que fabricava camisas contendo símbolo nazista e supremacista. Todos os materiais foram apreendidos
Ação foi um desdobramento da Operação “Gun Project”, que investigou a criação de armas de fogo por impressoras 3D usadas por células nazista, em 2022. A delegacia de Repressão ao Racismo e a Delitos de Intolerância da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil de Santa Catarina foi responsável por deflagrar a operação.
Além das cidades mencionadas, foram cumpridos mandados judiciais nos municípios de Praia Grande, em São Paulo, e em Curitiba, Maringá e Marialva, no Paraná, e em Florianópolis, Blumenau, Joinville e Curitibanos, no estado de Santa Catarina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *