segunda-feira, junho 17

Pernambuco registra mais uma morte de paciente colonizada por superfungo Candida auris

13º óbito em Pernambuco reforça ações de controle do superfungo nos hospitais estaduais

Candida auris
Foto: Reprodução
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou mais uma morte de paciente colonizada pelo superfungo Candida auris em Pernambuco. A notificação ocorreu na última terça-feira (19), envolvendo uma paciente do sexo feminino, de 49 anos, que estava internada no Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e faleceu no último dia 2 de setembro, devido a complicações relacionadas a doenças de base, especialmente neurológicas.
Este caso representa o 13º registro de colonização pela doença em Pernambuco, segundo a SES. A unidade hospitalar, com o apoio técnico da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), está monitorando quatro pacientes que tiveram contato com o caso confirmado no HC. Nenhum atendimento precisou ser interrompido na unidade, e os pacientes que estiveram em contato com o caso confirmado estão em isolamento.
Do total de casos confirmados, sete pacientes já receberam alta hospitalar, enquanto dois permanecem internados no Hospital do Tricentenário, em Olinda. Quatro pacientes colonizados por Candida auris faleceram. A SES esclarece que, até o momento, não houve registro de óbito causado pela infecção por esse fungo em Pernambuco. 
A secretaria continua fortalecendo as medidas de prevenção nos hospitais, com a colaboração da Apevisa. No mês de maio, foi criado um comitê técnico composto por especialistas para identificar, prevenir e controlar infecções por Candida auris nos serviços de saúde do estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *