terça-feira, maio 21

Nova vacina contra a dengue chega ao Brasil, oferecendo ampla proteção

 Qdenga, aprovada pela Anvisa, estará disponível em clínicas particulares, trazendo esperança no combate à doença.

Foto:Paula Laboissière
Uma nova esperança surge na luta contra a dengue no Brasil com a chegada da vacina Qdenga. Aprovada pela Anvisa, essa vacina composta por quatro sorotipos do vírus oferece ampla proteção contra a doença. Com indicação para crianças acima de 4 anos, adolescentes e adultos até 60 anos, a Qdenga é a primeira dose aprovada no país para um público mais amplo, diferentemente da vacina anterior, a Dengvaxia.
A eficácia da Qdenga é notável, alcançando 66,2% de proteção contra todos os sorotipos do vírus para indivíduos sem infecção anterior. Disponível em clínicas particulares, a vacina é administrada em duas doses, com intervalo de três meses entre elas. O preço pode variar de acordo com o estado, sendo autorizado um Preço Máximo ao Consumidor de R$ 379,40 em São Paulo.
A chegada da Qdenga representa um passo importante na redução da incidência da dengue no país. A vacinação é uma medida crucial para combater essa doença viral que afeta milhões de pessoas anualmente. Além da imunização, é fundamental manter as medidas de prevenção e controle do mosquito transmissor, como eliminação de criadouros e uso de repelentes.
A segurança e eficácia da Qdenga foram rigorosamente avaliadas pela Anvisa, garantindo a confiabilidade do produto. As clínicas particulares estão preparadas para oferecer o suporte necessário aos pacientes, desde o atendimento até as orientações pós-vacinação. Com a vacinação em massa, espera-se reduzir os casos e complicações relacionados à dengue, trazendo alívio para a população brasileira.
A Qdenga traz uma nova perspectiva na batalha contra a dengue, oferecendo proteção abrangente e esperança para milhares de brasileiros. A imunização é uma ferramenta poderosa na prevenção da doença, aproximando-nos de um futuro livre da dengue. Cabe a cada indivíduo buscar a vacinação e unir esforços para combater essa enfermidade que afeta nossa sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *