sábado, fevereiro 24

Ministro dos Transportes anuncia investimento bilionário em rodovias e ferrovias até 2026

Renan Filho Ministro dos Transportes revela planos ambiciosos para o setor, com previsão de R$ 70 a 80 bilhões em investimentos públicos e leilões que podem injetar R$ 122 bilhões do setor privado.

Ministro dos Transportes anuncia investimento bilionário em ferrovias e rodovias até 2026. Foto - Divulgação
Ministro dos Transportes anuncia investimento bilionário em ferrovias e rodovias até 2026. Foto – Divulgação

O Ministro dos Transportes, Renan Filho, revelou em coletiva nesta quarta-feira (10) os planos do governo para impulsionar significativamente a infraestrutura rodoviária e ferroviária do país até 2026. Com a expectativa de investir entre R$ 70 bilhões e R$ 80 bilhões em ferrovias e rodovias, o ministro enfatizou o impacto positivo desses investimentos na malha viária brasileira.

“A retomada dos investimentos no Brasil já repercutiu de maneira considerável na melhoria da nossa malha viária”, afirmou Renan Filho. Ele destacou que o ambiente fiscal favorável permitiu acelerar obras que anteriormente caminhavam lentamente devido à escassez de investimentos. O ministro ressaltou a intenção de investir recursos públicos no setor, alinhando-se a um arcabouço fiscal propício.

Neste ano, estão previstos cerca de 60 projetos no segmento rodoviário, além de 13 leilões de rodovias que têm o potencial de atrair R$ 122 bilhões em investimentos privados. Entre as obras listadas, destacam-se a restauração de trechos críticos da BR-364/AC, a adequação da BR-135/PI, na divisa com a Bahia, e a duplicação da BR-222/CE, de Caucaia a Pecém.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Renan Filho também ressaltou a intenção do governo de atingir um índice de condição da malha rodoviária de 80% até o final de 2024, superando os atuais 67%. Ele enfatizou o progresso já alcançado, salientando um salto de 15 pontos percentuais, e reforçou a meta de atingir o melhor nível de toda a série histórica.

“Para este ano, o Ministério dos Transportes tem a possibilidade de otimizar 14 contratos rodoviários, gerando um investimento adicional de R$ 110 bilhões. Essa inovação busca fortalecer os investimentos, equilibrar os contratos e incentivar o setor privado a cumprir suas obrigações, em colaboração com o aumento do investimento público”, defendeu o ministro.

No balanço apresentado, Renan Filho destacou a execução de R$ 14,5 bilhões no ano passado, utilizados em projetos de recuperação, pavimentação e duplicação de aproximadamente 4,6 mil quilômetros de rodovias federais. Além disso, mais de 1,1 mil contratos em rodovias foram retomados, evidenciando a retomada de iniciativas cruciais.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Quanto aos projetos ferroviários, o governo planeja investir R$ 94,2 bilhões até 2026, conforme o Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Entre os projetos, destacam-se estudos para concessões em diversas malhas, como Malha Oeste, Corredor Arco-Norte (Ferrogrão), Ferrovia Centro-Atlântica, Malha Sul, Corredor Leste-Oeste, Estrada de Ferro Rio-Vitória (EF-118) e Corredor Nordeste (FTL).

O anúncio do ministro revela uma perspectiva otimista para o desenvolvimento da infraestrutura de transporte no Brasil, com ações que visam impulsionar a economia e melhorar a conectividade do país. O sucesso desses planos dependerá da efetiva implementação e acompanhamento cuidadoso dos projetos, refletindo não apenas em números expressivos, mas em avanços tangíveis para a sociedade brasileira. 🛣️🚆💼

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *