sábado, junho 22

Marta Suplicy aceita ser vice de Boulos após conversa com Lula

Ex-prefeita e ex-petista Marta Suplicy aceita convite de Boulos para ser sua vice em São Paulo, após reunião com o presidente Lula.

Marta Suplicy em reunião com o presidente Lula sobre as eleições de 2024. — Foto- Ricardo Stuckert
Marta Suplicy em reunião com o presidente Lula sobre as eleições de 2024. — Foto- Ricardo Stuckert

Nesta segunda-feira, aliados confirmam aceitação de Marta Suplicy como vice de Boulos. Rui Falcão sinaliza possível retorno da ex-ministra ao PT após reunião no Palácio do Planalto.

A ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, uma figura histórica na política brasileira, aceitou o convite para ser candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada por Guilherme Boulos (PSOL) nas eleições municipais deste ano. A informação foi confirmada por aliados do deputado e pré-candidato à prefeitura de São Paulo, após uma conversa entre Marta e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.🗳️

Marta, que atualmente não possui filiação partidária, deixou o Partido dos Trabalhadores (PT) em 2015, após uma trajetória de 33 anos dentro da legenda, na qual ocupou cargos como prefeita, deputada, senadora e ministra da Cultura e do Turismo. O retorno ao PT parece ser uma possibilidade, conforme afirmou o deputado federal Rui Falcão (PT-SP) após a reunião entre Marta e Lula no Palácio do Planalto.

A ex-prefeita, que governou a capital paulista entre 2001 e 2004, vem negociando seu retorno ao PT desde o ano passado. No entanto, para formalizar seu retorno, Marta terá que deixar o cargo que atualmente ocupa na prefeitura de São Paulo, onde é a secretária de Relações Internacionais do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

A decisão de Marta Suplicy de aceitar o convite de Boulos representa uma reviravolta na política local, especialmente por sua ligação anterior com Ricardo Nunes. Aliados do presidente Jair Bolsonaro consideram que a manutenção de Marta no cargo foi um erro estratégico de Nunes, e a aproximação dela com Lula já era evidente desde dezembro do ano passado, quando foi convidada pelo ex-presidente para um café da manhã com catadores de lixo em São Paulo.

Agora, a pressão recai sobre Ricardo Nunes, que enfrentará Boulos na eleição de outubro e tentará a reeleição. Aliados do atual prefeito avaliam que ele não pode adotar uma postura de “marido traído”, pois isso demonstraria fraqueza. A expectativa é por uma resposta rápida de Nunes diante da decisão de Marta.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Em 2020, Marta Suplicy participou da campanha ao lado de Bruno Covas (PSDB) e seu vice, Ricardo Nunes. A chapa Covas-Nunes foi eleita com 59,38% dos votos válidos, derrotando Guilherme Boulos, que obteve 40,62% ao lado de Luiza Erundina (Psol). Ricardo Nunes assumiu a prefeitura em 2021, após a triste morte de Bruno Covas, vítima de câncer.

A movimentação política em São Paulo promete agitar o cenário eleitoral, e a candidatura de Marta Suplicy ao lado de Boulos acrescenta mais um capítulo intrigante à história política da cidade. O desenrolar dos acontecimentos nas próximas semanas certamente trará mais elementos para análise e discussão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *