domingo, fevereiro 25

Marília Arraes cobra responsabilidades diante do caos na Segurança Pública de Pernambuco

Em crítica ao Governo do Estado, deputada aponta inoperância e pede ação direta da governadora.

Marília Arraes
Foto: Reprodução
Pernambuco enfrenta um cenário de crescente preocupação com a segurança pública, e as críticas à gestão estadual ganham destaque com a intervenção da Ex-deputada Marília Arraes. Em uma série de pronunciamentos nas redes sociais, a parlamentar apontou a inoperância do Governo do Estado, liderado pela governadora Raquel Lyra, e cobrou responsabilidades imediatas para enfrentar a crise.
“A segurança do nosso Estado já estava de mal a pior, mas agora Raquel Lyra continua dando provas de que não tem a mínima noção do que se deve fazer para tomar as rédeas da situação. Ela fez sua campanha, começou o governo e continua sem nenhuma ideia do que fazer, mesmo com a falácia de seu plano ‘Juntos pela (In)segurança’. A governadora precisa ser responsável pela segurança, dialogando diretamente com os comandos, e não com interlocutores”, destacou Marília Arraes.
As críticas da Ex-deputada se baseiam na crescente onda de violência que assola o estado, com índices alarmantes de criminalidade, incluindo homicídios e assaltos. Para Marília Arraes, a resposta do governo tem sido insuficiente e distante das necessidades da população pernambucana.
A parlamentar defende que a governadora deve assumir um papel mais ativo na gestão da segurança pública, estabelecendo diálogo direto com os comandos das forças de segurança e promovendo políticas efetivas para conter a violência. A falta de ação imediata, segundo ela, tem impactos diretos na vida dos cidadãos e na sensação de insegurança que permeia o estado.
O plano “Juntos pela (In)segurança”, lançado pelo governo, tem sido alvo de críticas por parte de diversos setores da sociedade, que alegam falta de eficácia e resultados concretos. Marília Arraes acredita que é necessário um plano de ação mais consistente e direcionado para enfrentar os desafios da segurança pública em Pernambuco.
Diante do aumento da pressão por medidas efetivas, a governadora Raquel Lyra ainda não se pronunciou sobre as críticas de Marília Arraes. No entanto, a cobrança por responsabilidades e a busca por soluções para a crise na segurança pública do estado permanecem como temas centrais do debate político em Pernambuco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *