domingo, fevereiro 25

Livraria Saraiva demite todos os funcionários e fecha lojas remanescentes

Cerca de 150 colaboradores foram desligados, e a empresa, em recuperação judicial desde 2018, enfrenta dificuldades financeiras

Saraiva
Foto: Reprodução
Na última quarta-feira (20), a Livraria Saraiva demitiu todos os seus funcionários, totalizando cerca de 150 colaboradores, de acordo com informações publicadas pelo site Publish News. A empresa, que já esteve em recuperação judicial desde 2018, enfrenta sérias dificuldades financeiras.
A Saraiva mantinha cinco lojas remanescentes no Brasil, sendo quatro delas no estado de São Paulo e uma em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. É provável que, com as recentes demissões em massa, esses estabelecimentos sejam fechados a partir desta quinta-feira (21).
No primeiro trimestre de 2023, a empresa registrou um prejuízo líquido ajustado de R$ 17,820 milhões. Nesta sexta-feira (22), a gestão terá uma Assembleia Geral Especial de Preferencialistas (Agesp), para decidir os rumos administrativos. Agora, a livraria prevê apenas o funcionamento no comércio online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *