quinta-feira, junho 20

Forró é reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil

Presidente Lula sanciona projeto de lei que celebra o forró, um dos gêneros musicais brasileiro, resultado de décadas de tradição.

Presidente Lula assina PL que reconhece o forró como manifestação da cultura nacional. Foto- Ricardo Stuckert-PR
Presidente Lula assina PL que reconhece o forró como manifestação da cultura nacional. Foto: Ricardo Stuckert/PR

O gênero musical forró foi oficialmente reconhecido como uma manifestação da cultura nacional, após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionar o projeto de lei nesta terça-feira (7). Essa decisão marca um marco significativo na valorização das raízes culturais brasileiras e um tributo à diversidade musical do país.

O projeto de lei, previamente aprovado tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado, destaca o forró como um dos gêneros musicais mais autênticos do Brasil. Sua origem remonta a cerca de sete décadas atrás, surgindo da fusão de diversos ritmos tradicionais da Região Nordeste, como baião, xaxado, coco, arrasta-pé e xote. Essa miscigenação rítmica e melódica deu origem a um estilo musical que ecoa a alegria e a vivacidade do povo nordestino.

Em 2021, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) reconheceu as matrizes tradicionais do forró como parte integrante do Patrimônio Cultural do Brasil, consolidando o impacto duradouro deste gênero na cultura brasileira.

A cerimônia de assinatura do projeto de lei contou com a presença da ministra da Cultura, Margareth Menezes, do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, do deputado federal Zé Neto (PT-BA), autor da proposta, e da senadora Teresa Leitão (PT-PE), que atuou como relatora do projeto no Senado.

Zé Neto, que desempenhou um papel fundamental na aprovação da lei, expressou sua gratidão nas redes sociais, afirmando: “Um passo gigantesco para o nosso forró nordestino, que passará a ter muito mais grandeza, respeito e a oportunidade de fazer parte das políticas públicas em nosso país.” Sua dedicação à causa do forró nordestino e à promoção de suas raízes culturais foi fundamental para que essa conquista se tornasse realidade.

O reconhecimento do forró como Patrimônio Cultural do Brasil representa um importante avanço na preservação da diversidade cultural do país. Além disso, abre portas para que o gênero seja mais amplamente apreciado e promovido, e que seu legado seja preservado para as gerações futuras.

A partir de agora, o forró receberá uma maior atenção do poder público, proporcionando o desenvolvimento de políticas que promovam a pesquisa, a preservação e a disseminação desse importante aspecto da cultura brasileira. Isso também pode resultar em uma maior proteção das tradições e dos artistas envolvidos na criação e perpetuação do forró.

O reconhecimento do forró como Patrimônio Cultural do Brasil não apenas celebra sua rica história e contribuição à cultura do país, mas também fortalece o sentimento de identidade e orgulho cultural, unindo os brasileiros em torno de uma parte fundamental de nossa herança cultural. É uma vitória para a diversidade e riqueza da cultura brasileira, marcando um passo importante na preservação e valorização de nossa herança musical única.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *