terça-feira, maio 28

Flávio José e Elba Ramalho: não vem de hoje a tensão entre as estrelas do forró de raiz e os sertanejos

Paraibano conhecido como o Rei do Xote não foi o único a reclamar da desvalorização do estilo no Maior São João do Mundo, em Campina Grande: em 2017, Elba Ramalho também deu sua bronca no festival

Flávio José
Flávio José, no palco das festividades de Campina Grande, Paraíba.

Foto:Reprodução Instagram 
Uma das atrações mais assíduas do Maior São João do Mundo, festival de música em Campina Grande (PB) que este ano deve durar 31 dias, o cantor e acordeonista paraibano Flávio José, ganhou o noticiário na última sexta-feira(02/06) quando reclamou nas redes ter tido o seu tempo de show diminuído em meia hora para o que o da atração seguinte, o astro sertanejo Gusttavo Lima, fosse ampliado.
— Infelizmente, são essas coisas que os artistas da música nordestina sofrem — disse, ainda no palco, o artista de 71 anos, que é conhecido como o Rei do Xote e que não foi o primeiro nome da música tradicional da região a reclamar de desprestígio no festival.
Em 2017, a cantora (nascida em Campina Grande) Elba Ramalho, uma das maiores estrelas da MPB surgidas no Nordeste, também reclamou da desvalorização do forró de raiz, pé de serra, em um festival criado em 1983 justamente em torno desse tradicional estilo musical.
Elba Ramalho
Elba Ramalho

Foto:Reprodução Instagram 
— Eu não toco na Festa de Barretos, Dominguinhos também não cantava. A festa é deles, é dos sertanejo — queixou-se a cantora, levando em consideração que, há alguns anos, artistas sertanejos como Marília Mendonça e Luan Santana haviam se tornado as atrações principais do evento na Paraíba. — Aí, quando chega aqui no São João, em Campina Grande, não ter o Biliu de Campina, não ter Alcymar Monteiro, eu reclamei bastante. Quando chega o São João, se você não tem forró… eu não quero ir a uma festa que não tenha forró!
Ainda em 2017, Joquinha Gonzaga (sobrinho de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião), e Chambinho do Acordeon (conhecido por interpretar Gonzagão no filme “Gonzaga: De pai para filho”, de Breno Silveira) criaram a campanha a campanha Devolva meu São João pela valorização do forró nas grandes festas juninas do Nordeste — e principalmente na de Campina Grande, que sempre disputou com a de Caruaru, em Pernambuco, o título de Maior São João do Mundo.
Após o incidente de sexta-feira(02/06) em Campina Grande, o secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacelar, convidou Flávio José para se apresentar na Bahia durante o São João. Bacelar alegou que “na Bahia que o forró, maior manifestação cultural do povo nordestino, tem a sua maior expressão”.

O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *