terça-feira, maio 28

Danilo na Sudene é reflexo de aliança estratégica entre PSB e PT, afirma Sileno

Dirigente declarou que indicação do ex-deputado federal para o Governo Lula/Alckmin foi sustentada oficialmente pelos socialistas

Foto: Wesley D’Almeida/Arquivo
O deputado estadual Sileno Guedes, presidente do PSB de Pernambuco, declarou, neste sábado (20), que avalia de forma muito positiva a nomeação do ex-deputado federal Danilo Cabral (PSB) para a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que está na iminência de ocorrer. Segundo o parlamentar, Danilo é um grande quadro do PSB e teve sua indicação para o governo de Lula (PT) e Geraldo Alckmin (PSB), inclusive para a Sudene, sustentada oficialmente pelos dirigentes socialistas.
“Ainda no início do ano, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e o prefeito João Campos, que é vice-presidente nacional do partido, apresentaram ao ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, a indicação do nome de Danilo para a Sudene. Além disso, eu tive a oportunidade, junto com o líder do PSB na Câmara dos Deputados, deputado Felipe Carreras, de encaminhar ao senador Humberto Costa, pelo PSB de Pernambuco, a indicação do nome do companheiro Danilo”, disse Sileno.
Ainda conforme o dirigente pernambucano, a nomeação de Danilo “é reflexo da aliança estratégica entre PSB e PT em Pernambuco e no Brasil”. “Danilo é nosso amigo. Ele foi o candidato da Frente Popular ao governo estadual e liderou, ao lado da ministra Luciana Santos e da senadora Teresa Leitão, o palanque amplo do presidente Lula em Pernambuco”, enfatizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *