quinta-feira, junho 20

Criminoso preso e outro morto após série de assaltos na Região Metropolitana do Recife

Assaltantes realizaram roubos em três cidades e trocaram tiros com a polícia durante ações criminosas.

Arma encontrada com criminoso
Foto: Divulgação/PM
Um criminoso foi preso e outro acabou morto após uma série de assaltos na última terça-feira (26) nas cidades do Recife, Olinda e Paulista, na Região Metropolitana da capital pernambucana. Durante os ataques, os assaltantes enfrentaram um policial militar em uma troca de tiros e feriram um idoso que tentou resistir ao assalto.
A Polícia Militar informou que os assaltantes começaram sua sequência de roubos na manhã de terça-feira no bairro do Prado, na Zona Oeste do Recife, e continuaram sua ação criminosa ao longo do dia.
Um dos assaltos ocorreu em Maranguape I, Paulista, onde um idoso reagiu à investida dos criminosos e foi atingido por um disparo na perna. Em seguida, os assaltantes tentaram abordar um policial militar em um posto de combustíveis em Paratibe, também em Paulista. O policial reagiu e houve uma troca de tiros, resultando na fuga dos criminosos. O caso chegou ao conhecimento da Polícia Militar, que imediatamente iniciou diligências para localizá-los.
Um dos assaltantes foi encontrado próximo ao giradouro de Olinda, portando um revólver calibre 38, que foi apreendido. Ele foi preso pelas autoridades, enquanto o outro conseguiu escapar da polícia.
O segundo suspeito, de acordo com informações da PM, invadiu uma residência e, ao ser localizado pelas autoridades, efetuou disparos contra a equipe policial, que reagiu em legítima defesa. O criminoso foi socorrido e levado para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, onde infelizmente veio a óbito.
O primeiro suspeito capturado foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil, localizado no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da capital pernambucana. As investigações estão em andamento para esclarecer completamente os eventos que culminaram nos assaltos, na troca de tiros e na morte do segundo criminoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *