segunda-feira, maio 27

Censo 2022: Olinda e Recife estão entre as cidades mais densamente povoada

 Dados do Censo foram divulgados na quarta-feira (28) 

Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco
 
Segundo dados do Censo 2022, Pernambuco tem a sexta maior densidade demográfica do Brasil, com 92,37 habitantes por quilômetro quadrado.

Recife, a capital pernambucana, é a 12ª cidade brasileira mais densamente povoada e a segunda no estado, com 6.803,6 habitantes por quilômetro quadrado, perdendo apenas para Olinda, que ocupa a sétima posição, com 349.976 habitantes distribuídos em 41,3 km², equivalente a 8.474 habitantes por quilômetro quadrado.

Já a cidade menos povoada do estado é Parnamirim, localizada no sertão, que possui 7,13 habitantes por quilômetro quadrado, um número abaixo da média nacional, que é de 23,86 habitantes por quilômetro quadrado. O levantamento ainda revelou que Pernambuco é o sétimo estado com o maior número de domicílios no Brasil. O número de domicílios cresceu 36%, passando de 2.993.825 lares em 2010 para 4.094.799 no Censo 2022. Essa tendência de crescimento foi vista em todos os estados do país, que avançou 34% nesse quesito.

Outra tendência nacional observada foi a média de moradores por domicílio particular permanente ocupado. Em Pernambuco, o número caiu de 3,44 em 2010 para 2,83 em 2022, deixando o estado em 15º lugar nesse aspecto. Em Recife, o número de domicílios recenseados aumentou 25,1% entre os censos, ocupando a 11ª posição entre o número de cidades recenseadas.

Com relação ao uso dos domicílios, Santa Filomena, no Sertão, tem a maior quantidade de lares vagos, representando 24,9% do total. Já a Ilha de Itamaracá é o município com o maior número de domicílios de uso ocasional, um grupo composto, em sua maioria, por residências de veraneio ou casas de campo, representando um total de 60%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *