terça-feira, maio 28

CCJ marca sabatina de Cristiano Zanin para semana que vem

Advogado foi indicado pelo presidente Lula para assumir cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deverá passar por aval do Senado

Crisiano Zanin
Cristiano Zanin – Foto:AFP
O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (União-AP), marcou, para 21 de junho, próxima quarta-feira, a sabatina do advogado Cristiano Zanin — indicado a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). O relator será o vice-presidente da Casa, senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PI).
“Em reunião nesta segunda-feira (12), defini, ao lado do presidente do @senadofederal, @rodrigopacheco, que convocarei os membros da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania-CCJ do Senado para sabatina do indicado pelo presidente da República, o advogado Cristiano Zanin, ao Supremo Tribunal Federal-STF, no dia 21 de junho, quarta-feira. O relator na CCJ será o competente senador, vice-presidente da Casa, Veneziano Vital do Rêgo”, disse Alcolumbre via redes sociais nesta segunda-feira (12/6).
Cristiano Zanin foi indicado em 1º de junho pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para assumir a cadeira deixada em abril pelo ministro aposentado Ricardo Lewandowski na Suprema Corte. Após essa etapa, a indicação será votada no plenário do Senado. Para ser aprovado, ele terá que ter o aval da maioria dos senadores, o equivalente a 41 votos das 81 cadeiras da Casa.
Caso seja aprovado, Zanin será o terceiro ministro indicado por Lula na composição atual do STF. A ministra Cármen Lúcia foi indicada e empossada em 2006, no primeiro mandato do petista. Já Dias Toffoli, passou a integrar a Corte em 2009, durante a segunda gestão do presidente. Ricardo Lewandowski, que se aposentou por ter completado 75 anos, também foi escolhido pelo chefe do Planalto, em março de 2006.

Quem é Cristiano Zanin
Cristiano Zanin Martins tem 47 anos e ganhou notoriedade durante a atuação na defesa de Lula nos processos da Operação Lava-Jato. Natural de Piracicaba (SP), ele é formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e é especialista em litígios estratégicos e decisivos, empresariais ou criminais, nacionais e transnacionais. O advogado também mantém um escritório com a mulher, Valeska Teixeira Zanin Martins, com sedes em São Paulo e Brasília.

Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *