sexta-feira, fevereiro 23

Brasil cresce e vira 9ª maior economia mundial, ultrapassando o Canadá

Fundo Monetário Internacional projeta salto do Brasil, alcançando 2,13 trilhões de dólares no PIB e prevê avanço contínuo até 2026, apesar de desaceleração global.

Dinheiro brasileiro
Brasil se torna a 9ª maior economia do mundo. Foto: Divulgação

O Brasil está prestes a dar um grande salto econômico em 2023, conforme projeções divulgadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta terça-feira. Com um crescimento previsto de 3,1% no Produto Interno Bruto (PIB), o país saltará duas posições e se tornará a nona maior economia do mundo, ultrapassando o Canadá.

Segundo o FMI, o Brasil deverá encerrar o ano com um PIB nominal de US$ 2,13 trilhões, superando o estimado para o Canadá, que é de US$ 2,12 trilhões. Este crescimento representa uma ascensão significativa em relação à posição do Brasil no ano anterior, quando ocupava a 11ª posição no ranking das maiores economias globais.

De acordo com as estimativas, o Brasil pode continuar ascendendo e conquistar a oitava posição até 2026, alcançando um PIB estimado de US$ 2,476 trilhões. Essas projeções foram baseadas no relatório Perspectiva Econômica Mundial, lançado em outubro, que já indicava um crescimento mais otimista para o Brasil, com uma previsão inicial de 2,1%, posteriormente ajustada para 3,1%.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Enquanto os Estados Unidos, China e Alemanha mantêm suas posições como as três maiores economias do mundo, o FMI alerta para uma desaceleração global em 2023, com o crescimento estimado em 3%, comparado aos 3,5% de 2022. Para 2024, a expectativa é de uma expansão global de 2,9%.

O FMI também divulgou suas projeções específicas para o Brasil, estimando um crescimento de 1,5% no próximo ano. Contudo, vale ressaltar que essa projeção é mais conservadora em comparação com outras organizações, como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que prevê uma expansão de 1,8% para a economia brasileira em 2024, enquanto o Ministério da Fazenda projeta um crescimento mais otimista de 2,2%.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Ranking das Dez Maiores Economias do Mundo em 2023:

  1. Estados Unidos – US$ 26,95 trilhões
  2. China – US$ 17,7 trilhões
  3. Alemanha – US$ 4,43 trilhões
  4. Japão – US$ 4,23 trilhões
  5. Índia – US$ 3,73 trilhões
  6. Reino Unido – US$ 3,33 trilhões
  7. França – US$ 3,05 trilhões
  8. Itália – US$ 2,19 trilhões
  9. Brasil – US$ 2,13 trilhões
  10. Canadá – US$ 2,12 trilhões

Repercussões:
Nas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva brincou, dizendo: “Vocês não sabem o trabalho que dá para ter tanta sorte…”. O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, também celebrou a notícia, afirmando que o Brasil está “de volta ao top 10”.

Esse avanço na classificação econômica reflete não apenas números, mas também a esperança de uma recuperação econômica consistente e sustentável para o Brasil nos próximos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *