domingo, fevereiro 25

Valdemar Costa Neto é preso por porte ilegal de arma

Valdemar Costa Neto, líder do PL, foi detido em Brasília; Operação Tempus Veritatis investiga organização criminosa ligada a tentativa de golpe.

Valdemar Costa Neto é preso por porte ilegal de arma
Valdemar Costa Neto é preso por porte ilegal de arma. Foto: Sérgio Lima

O presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, foi preso pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (8) em Brasília. A detenção ocorreu no âmbito da Operação Tempus Veritatis, que visa desmantelar uma suposta organização criminosa envolvida em uma tentativa de golpe de Estado para manter Jair Bolsonaro, do PL, na Presidência após a derrota nas eleições de 2022.

A sede do PL, localizada no Brasil 21, também foi alvo de buscas. No total, a operação cumpre 33 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e 48 medidas cautelares. As autorizações foram concedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e abrangem os estados do Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Goiás e no Distrito Federal.

Entre os alvos confirmados estão o ex-presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro da Defesa Walter Souza Braga Netto, o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional Augusto Heleno, além de outros nomes de destaque.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

A ação policial tem como base a delação de Mauro Cid, segundo fontes da PF. “Boa parte” das acusações que embasaram as prisões e buscas foram corroboradas pela colaboração premiada de Cid, cujos resultados vêm sendo obtidos nos últimos meses. A operação, intitulada Tempus Vetitaris, que significa “Hora da Verdade” em tradução literal, representa um marco significativo nas investigações.

O vice-presidente do Partido Liberal Nacional, deputado federal Capitão Augusto, emitiu nota destacando o papel de Valdemar Costa Neto durante esse período desafiador. O líder partidário foi elogiado por sua liderança excepcional e visão estratégica, com o partido expressando apoio incondicional e confiança irrestrita. A nota enfatiza a importância dos princípios de ampla defesa e contraditório, fundamentais em um Estado Democrático de Direito.

📲Siga nosso perfil no Instagram

A operação da PF, que envolve prisões de ex-ministros de Bolsonaro, surge como um desdobramento relevante no cenário político nacional. Delações premiadas, como a de Mauro Cid, têm desempenhado papel significativo em diversas investigações, seguindo a esteira da operação Lava Jato.

A liderança do Partido Liberal, apesar da prisão de seu presidente, reitera confiança na resolução positiva das questões e destaca a trajetória de Valdemar Costa Neto como um líder do PL no cenário político brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *