domingo, fevereiro 25

Tremor de Terra é registrado em São Caetano no Agreste

Moradores relatam tremor em São Caetano, Caruaru e Cachoeirinha após sismo de magnitude 2.7

Tremor de terra foi registrado em São Caetano
Tremor de terra foi registrado em São Caetano. Foto: Google imagens

Na noite de quarta-feira (25), um leve tremor de terra com magnitude de 2.7 foi registrado no agreste de Pernambuco, de acordo com o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), às 22h18. A ocorrência, embora tenha gerado certo alarde nas redes sociais, não causou danos significativos nem ferimentos.

Moradores das cidades de São Caetano, Caruaru e Cachoeirinha relataram ter sentido o tremor e ouvido um estrondo. Alguns afirmaram que seus animais de estimação ficaram agitados devido à vibração, e um vídeo capturado por uma câmera de segurança pareceu confirmar esses relatos.

O último evento sísmico sentido em Pernambuco foi registrado no dia 14 de outubro, em Caruaru, com uma magnitude de 1.9. No entanto, vale ressaltar que o Nordeste do Brasil raramente vivencia tremores de terra significativos. Especialistas do LabSis/UFRN afirmam que este tremor, apesar de sensível, enquadra-se dentro da normalidade.

A magnitude de 2.7 é considerada baixa e não costuma causar danos a edifícios ou infraestruturas. Na maioria dos casos, os tremores desse porte são percebidos por pessoas próximas ao epicentro e geralmente não geram preocupações substanciais.

O LabSis/UFRN monitora constantemente a atividade sísmica na região, o que permite um acompanhamento rigoroso de eventos como esse. Segundo os especialistas, a ocorrência de tremores esporádicos é comum em áreas geológicas como a do agreste pernambucano, embora sejam geralmente imperceptíveis.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Pernambuco informaram que não houve relatos de danos materiais, feridos ou solicitações de assistência em decorrência desse tremor. A população foi orientada a manter a calma e continuar acompanhando as informações oficiais fornecidas pelas autoridades.

É importante lembrar que a prevenção e o monitoramento de eventos sísmicos são fundamentais em áreas suscetíveis a tremores de terra. As estruturas de construções devem ser adequadas às normas de segurança, e as autoridades estão preparadas para agir em caso de situações mais críticas.

Em resumo, o tremor de terra de magnitude 2.7 que ocorreu no agreste de Pernambuco, na noite de quarta-feira, gerou sensação de abalo entre os moradores de São Caetano, Caruaru e Cachoeirinha. Apesar disso, não foram relatados danos significativos nem ferimentos, e o evento se enquadra dentro da normalidade, de acordo com especialistas do LabSis/UFRN. A população está sendo orientada a manter a calma e a acompanhar as informações oficiais fornecidas pelas autoridades locais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *