segunda-feira, abril 15

Receita libera R$304,1 mi em restituições do IRPF

A Receita Federal creditará mais de R$304 mi a contribuintes do lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física; prioridade para idosos e deficientes.

Receita paga nesta quinta-feira restituições de lote residual do IRPF. Foto - Marcelo Camargo
Receita paga nesta quinta-feira restituições de lote residual do IRPF. Foto – Marcelo Camargo

Nesta quinta-feira (29), a Receita Federal realiza o crédito das restituições referentes ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de fevereiro de 2024. O montante totaliza mais de R$ 304,1 milhões, destinados a contribuintes que regularizaram pendências após cair na malha fina.

Dentre os beneficiários, R$ 208,9 milhões serão destinados a contribuintes prioritários. São 3.155 idosos acima de 80 anos, 25.536 contribuintes entre 60 e 79 anos, 3.351 pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave, além de 6.744 cuja principal fonte de renda é o magistério.

Outros 80.680 contribuintes, mesmo sem prioridade legal, receberão neste lote por terem optado pela declaração pré-preenchida ou escolhido o Pix como meio de recebimento. Adicionalmente, 88.857 contribuintes não prioritários também foram contemplados.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

Para verificar se a declaração foi liberada, o contribuinte pode acessar a página da Receita na internet, escolher “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar a Restituição”. A consulta também está disponível no aplicativo da Receita Federal para tablets e smartphones.

Caso o nome não conste na lista, é possível acessar o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), tirar o extrato da declaração e, se necessário, enviar uma declaração retificadora, aguardando os próximos lotes da malha fina.

Resgate da Restituição:
O pagamento é efetuado diretamente na conta bancária indicada na declaração, via depósito ou Pix. Se o crédito não ocorrer, por exemplo, devido a uma conta desativada, os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 ano no Banco do Brasil.

Em casos de não recebimento, o contribuinte pode reagendar o crédito pelo Portal BB ou ligando para a Central de Relacionamento BB. Se o resgate não ocorrer em 1 ano, é necessário solicitar pelo Portal e-CAC, acessando “Declarações e Demonstrativos” e selecionando “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

📲Siga nosso perfil no Instagram

A Receita Federal reforça a importância de verificar regularmente as informações e, em caso de dúvidas, buscar orientação nos canais oficiais. O não resgate no prazo estipulado requer ação do contribuinte para garantir a efetiva recepção do valor.

Em um contexto de impactos econômicos, a restituição do Imposto de Renda torna-se um alívio financeiro para muitos brasileiros, promovendo o equilíbrio e a justiça fiscal. A Receita Federal reafirma seu compromisso em agir com transparência e eficiência na gestão dos recursos públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *