terça-feira, maio 21

Protestos de motoristas de ônibus acontece durante paralisação do metrô

Protesto afetou funcionamento de Terminais Integrados na RMR

Foto: Reprodução
Na manhã desta quinta-feira (13), motorista de ônibus que trabalham na empresa Metropolitana impediram os veículos de saírem da garagem. Esse protesto aconteceu no Terminal Integrado (TI) do Barro, Zona Oeste da capital pernambucana.
Um dos ônibus especiais ativados pelo Grande Recife para minimizar os danos da greve dos metroviários faz parte da Metropolitana. A linha especial TI Joana Bezerra/TI Afogados/TI Barro (858) teve que ser feita por ônibus de outras empresas.
Além disso, a paralisação da circulação de coletivos da empresa afetou os TI Macaxeira, no Recife, e TI Jaboatão, na Região Metropolitana de Recife (RMR).
Em frente ao TI Jaboatão, passageiros bloquearam a via depois de aterem fogo em objetos. Por volta das 7h30, a Polícia Militar conseguiu liberar uma das faixas da via.
O pronunciamento da Metropolitana foi compartilhado pelo O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana). “O Sindicato dos Rodoviários, articulado com o Sindicato dos Metroviários, impediu ilegalmente a saída da frota da empresa, comprometendo a operação de 52 linhas e prejudicando toda a população usuária do serviço”
O Grande Recife Consórcio de Transporte se pronunciou sobre o caso, mas não explicou o que motivou os protestos. “A empresa Metropolitana teve sua operação impedia em função de ato do Sindicato dos Rodoviários, na manhã desta quinta-feira (13). Agentes do consórcio participaram das tratativas para normalização, que aconteceu às 7h25”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *