segunda-feira, abril 15

PCdoB em Jaboatão abre processo disciplinar contra vereador Wando por voto contra contas de Elias Gomes.

Comitê Municipal do PCdoB em Jaboatão dos Guararapes repudia voto do Vereador Wando de Zé Bom, alegando desalinhamento com orientações partidárias e falta de oposição à atual gestão.

Wando de Zé bom vereador do PCdoB de Jaboatão. Foto: Reprodução
Wando de Zé bom vereador do PCdoB de Jaboatão. Foto: Reprodução

O Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em Jaboatão dos Guararapes emitiu um comunicado oficial, nesta terça-feira, repudiando o voto do Vereador Wando de Zé Bom contra a aprovação das contas do ex-prefeito Elias Gomes.

📢 Em um comunicado expresso, o PCdoB anunciou que notificará e abrirá um processo disciplinar para advertir e possivelmente expulsar o Vereador Wando de Zé Bom. O partido alega que o voto do vereador vai contra as orientações partidárias, presentes nos documentos, resoluções e estatutos do partido.

No comunicado, o partido destaca que o vereador não apenas votou contra as contas do ex-prefeito Elias Gomes, mas também se opôs aos dirigentes do partido, que, segundo o PCdoB, desempenharam um papel fundamental na reconstrução da cidade e na implementação de políticas públicas progressistas durante as duas gestões de Elias Gomes.

🏛 O PCdoB enfatiza sua contribuição em várias áreas da administração municipal, como Esporte, Cultura, Educação, Saúde e Juventude, durante o período em que o partido participou da gestão. Segundo o comunicado, essas políticas públicas agora fazem falta na cidade.

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

O partido lamenta a redução dos espaços de participação da população, o desmantelamento da máquina pública e o aumento da violência nos últimos anos. Além disso, aponta a ausência de manifestações do vereador em oposição à atual gestão, destacando sua “total subserviência” aos governantes locais.

🤝 O comunicado ressalta que, dentro do PCdoB, sempre é garantido o direito ao contraditório e total direito de defesa. O ato de aprovar contas, segundo o partido, é uma prática comum e necessária no poder legislativo, desde que as condições sejam adequadas, como foi o caso das contas de Elias Gomes.

📲Siga nosso perfil no Instagram

O partido argumenta que esse tipo de disputa deveria se restringir ao debate eleitoral durante a sucessão municipal, caracterizando a postura do vereador como “mera perseguição”. O PCdoB conclui o comunicado afirmando que aqueles que agem dessa maneira serão julgados pela História e pelo eleitorado de Jaboatão.

📅 O comunicado foi divulgado hoje 19 de fevereiro de 2024, e assinado pelo Comitê Municipal do PCdoB em Jaboatão dos Guararapes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *