segunda-feira, junho 17

Operação Seguro Pirata desmantela empresa de seguros clandestina na Paraíba e em Pernambuco

 Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão contra negócio que oferecia seguros disfarçados como proteção veicular

Foto:Divulgação

A Polícia Federal realizou uma operação na manhã desta terça-feira (27) com o objetivo de desmantelar uma empresa suspeita de atuar clandestinamente no ramo de seguros. Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campina Grande, Caruaru, São Caetano e Cachoeirinha.

A investigação, intitulada Operação Seguro Pirata, teve início em 2021, quando a PF em Campina Grande recebeu informações sobre a prática ilegal de oferecer serviços de proteção veicular que, na verdade, eram seguros comerciais disfarçados. Os investigados teriam criado associações civis para comercializar seguros sem a devida autorização da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Segundo as autoridades, a empresa utilizava pessoas como laranjas para ocultar a verdadeira direção da empresa e também criou outras empresas para distribuir os lucros aos sócios ocultos. Durante o período de 2017 a 2023, estima-se que cerca de R$ 9 milhões foram movimentados através da venda de seguros para aproximadamente oito mil clientes na Paraíba e em Pernambuco.

Os envolvidos na investigação responderão pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, omissão de requisitos legais e organização criminosa. A ação da Polícia Federal visa coibir práticas ilegais no setor de seguros e proteger os consumidores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *