domingo, julho 21

Novos problemas poderão suspender eleição para o conselho tutelar no Cabo de Santo Agostinho

Erro técnico e manobra na organização da eleição ameaçam a corrida eleitoral.

Conselho Tutelar sede da Regional 1 no Cabo
Foto: Divulgação
A próxima eleição para o conselho tutelar no município do Cabo de Santo Agostinho, que está agendada para o dia 1º de outubro, encontra-se em risco devido a um possível erro técnico e alegações de manobras na organização do pleito. Essa situação, que vem à tona após uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal na última eleição, traz incertezas quanto à lisura do processo eleitoral.
De acordo com informações recebidas pelo Portal Fala News, a Regional 1, responsável pela supervisão de todo o centro da cidade, está no centro das preocupações devido a um erro no envio da lista de candidatos ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). Conforme a denúncia, duas candidatas ao cargo de conselheiras não tiveram seus nomes incluídos na lista enviada ao TRE, o que lança dúvidas sobre a validade do pleito. Ao todo no Cabo são 4 regionais, que escolherão cinco conselheiros cada, totalizando 20 novos escolhidos pela população no dia 01 de outubro.
Este erro técnico, somado à investigação anterior conduzida pela Câmara Municipal, liderada pelo Vereador Ricardinho, atual presidente da casa legislativa, poderá mais uma vez prejudicar a integridade da eleição para o conselho tutelar. Na eleição passada, diversas irregularidades foram relatadas, incluindo a falta de cédulas no dia da votação, desorganização, longas filas e alegações de eleitores votando na mesma cédula, manchando a credibilidade do processo.
Para a eleição deste ano, foi adotado um modelo eletrônico de votação em parceria com o TRE-PE. No entanto, a ausência de dois nomes na lista de candidatos enviada ao tribunal suscita preocupações de que possa haver uma tentativa de forçar o uso de urnas manuais e cédulas de papel, que são mais vulneráveis a possíveis fraudes.
Uma reunião convocada pela Casa dos Conselhos está programada para a próxima segunda-feira (25), com todos os candidatos da Regional 1. Embora a pauta da reunião não tenha sido divulgada oficialmente, informações obtidas sugerem que o encontro será para informar os candidatos sobre o problema e discutir a possibilidade de adotar a urna manual e a votação em cédula.
Entretanto, fontes em anonimato afirmaram que essa alternativa não será aceita, devido ao risco de possíveis manipulações e fraude nas eleições. O Portal Fala News buscou entrar em contato com o presidente da Casa dos Conselhos para obter mais informações sobre a denúncia, mas não obteve sucesso e não recebeu retorno às tentativas de contato.
A incerteza paira sobre a próxima eleição para o conselho tutelar no Cabo de Santo Agostinho, à medida que as autoridades e os candidatos buscam esclarecimentos e soluções para garantir a integridade e a transparência do processo eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *