domingo, fevereiro 25

Mercado financeiro reduz projeção de inflação para 3,86% em 2024, refletindo tendência de Queda

Mercado financeiro: Boletim Focus do Banco Central indica nova redução na estimativa da inflação, alinhada a cortes na taxa básica de juros e impactos no câmbio e crescimento econômico.

Mercado reduz novamente previsão de inflação para 2024. Foto - Marcello Casal Jr
Mercado reduz novamente previsão de inflação para 2024. Foto – Marcello Casal Jr

O mercado financeiro ajustou, mais uma vez, suas projeções para a inflação neste ano, apontando uma redução no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). De acordo com o Boletim Focus divulgado pelo Banco Central (BC) hoje (22), a expectativa é que a inflação oficial encerre 2024 em 3,86%, ligeiramente abaixo da previsão anterior de 3,87% há uma semana e 3,91% há quatro semanas. A análise semanal reúne estimativas de mais de 100 instituições do mercado.📉

Para o próximo ano, o Boletim Focus projeta uma taxa de inflação de 3,5%, mantendo a estabilidade nos anos seguintes, com previsões idênticas para 2026 e 2027. Essas estimativas encontram-se dentro do intervalo de meta definido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que estabelece uma meta de 3% para 2023, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos. 📊

O Banco Central, visando atingir a meta de inflação, utiliza como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, fixada em 11,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). O Copom sinaliza a continuidade dos cortes na taxa, com reduções de 0,5 ponto percentual nas próximas reuniões. Quando a Selic é aumentada, busca-se conter a demanda e controlar a inflação, enquanto cortes têm o objetivo de estimular a atividade econômica.💰

📲Siga o canal “Fala News” no WhatsApp

As projeções para a taxa Selic indicam que o mercado espera que ela encerre 2024 em 9%, reduzindo ainda mais para 8,5% ao ano até o final de 2025, com expectativa de manutenção dessa taxa em 2026 e 2027. Essa tendência de queda na taxa básica de juros reflete a busca por um ambiente mais propício ao crédito, impulsionando produção e consumo.

Em relação ao crescimento econômico, o Produto Interno Bruto (PIB) apresenta uma leve revisão nas estimativas para 2024, subindo para 1,6% em comparação com os 1,59% previstos na semana passada. Para os anos subsequentes, o Boletim Focus mantém uma expectativa de crescimento estável em 2%, indicando otimismo quanto à recuperação econômica.

📲Siga nosso perfil no Instagram

Quanto ao câmbio, o Boletim prevê uma diminuição no valor do dólar em 2024, estimando que a moeda encerre o ano em R$ 4,92, abaixo das previsões anteriores de R$ 4,95 na semana passada e R$ 5,00 há quatro semanas. As projeções para 2025 indicam estabilidade, mantendo o dólar em R$ 5,00, enquanto para 2026 e 2027 há expectativa de aumento gradual, fechando em R$ 5,05 e R$ 5,10, respectivamente.

Essas projeções refletem a dinâmica complexa do cenário econômico, influenciada por variáveis como a política monetária, crescimento do PIB e movimentos cambiais. O acompanhamento desses indicadores é crucial para investidores, empresários e consumidores, uma vez que proporciona insights valiosos para a tomada de decisões estratégicas em um ambiente econômico em constante evolução. 🌐💼

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *