sábado, junho 22

Megatraficante foge da PF em helicóptero

Traficante atua nas cidades de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, e em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Na última sexta-feira (30), o traficante de drogas Antônio Joaquim Mota, conhecido como “Motinha” e “Dom”, conseguiu escapar da operação da Polícia Federal (PF) e das autoridades paraguaias utilizando um helicóptero.

A PF informou que houve intensa cooperação policial direta com as autoridades paraguaias para viabilizar a execução simultânea das medidas. O traficante recebeu informações vazadas sobre a operação planejada para prendê-lo, o que possibilitou sua fuga. No entanto, seis seguranças do criminoso foram detidos durante a operação. De acordo com a PF, os presos são paramilitares estrangeiros e brasileiros com experiência em guerras.

A Polícia está investigando o vazamento das informações e suspeita que a revelação do plano tenha ocorrido no Paraguai. A operação foi chamada de “Magnus Dominus” (Todo Poderoso, em latim), em referência ao apelido de Mota inspirado no filme “O Poderoso Chefão”.

Dom lidera o chamado “clã Mota” e é especializado no tráfico internacional de drogas, mas já esteve envolvido em contrabando de cigarros e aparelhos eletrônicos. Segundo as investigações, ele possui conexões com outros traficantes da região, como Sérgio Arruda Quintiliano Neto, conhecido como Minotauro, que está atualmente preso.

A Polícia descobriu que a organização possui diversos recursos bélicos, incluindo drones, óculos de visão noturna, granadas e armamento de grande calibre capaz de perfurar blindagens e derrubar aeronaves.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *