sexta-feira, junho 21

Mahmoud Abbas presidente palestino condena ações do Hamas

Mahmoud Abbas líder palestino critica o Hamas, enquanto Maduro oferece apoio humanitário.

Mahmoud Abbas presidente da Autoridade Palestina. Foto: Reneen Sawafta
Mahmoud Abbas presidente da Autoridade Palestina. Foto: Reneen Sawafta

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. Expressou preocupação com as políticas e ações do grupo Hamas em uma conversa franca com o presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Segundo informações da agência oficial de notícias palestina Wafa. Abbas enfatizou que as ações do Hamas não representam o verdadeiro desejo do povo palestino.

Abbas destacou que a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) é o único órgão legítimo que representa os interesses do povo palestino. Esta afirmação, feita durante o diálogo com Maduro, reforça a necessidade de uma liderança unificada para a causa palestina.

Nicolás Maduro, por sua vez, expressou seu total apoio à causa palestina, solidarizando-se com o sofrimento do povo palestino. Ele anunciou o envio imediato de ajuda humanitária para a região. Demonstrando a importância da cooperação internacional em tempos de crise.

Israel, desde o ataque do movimento Hamas em 7 de outubro, encontra-se em estado de alerta máximo. Os combatentes do Hamas lançaram uma ofensiva no sul do país, a partir da Faixa de Gaza, resultando na morte de mais de 1.400 pessoas, em sua maioria civis. E na captura de 155 indivíduos, mantidos em cativeiro em Gaza, com relatos de algumas mortes causadas pelos bombardeios israelenses.

Esta ação foi apoiada pelo grupo xiita libanês Hezbollah e pela ala palestina da Jihad Islâmica. Em resposta, Israel impôs um bloqueio total na Faixa de Gaza, cortando o acesso a água, combustível e eletricidade, intensificando ainda mais o sofrimento da população local.

A retaliação israelense resultou na morte de mais de 2.670 pessoas. Incluindo mais de 700 crianças, além de deixar cerca de 9.600 feridos. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, reiterou seu compromisso de eliminar o Hamas e manter a segurança de Israel.

Este conflito em curso na região demonstra a urgente necessidade de esforços diplomáticos internacionais para encontrar uma solução pacífica e duradoura para o sofrimento do povo palestino e a estabilidade na região. O apoio de líderes como Maduro é fundamental. Para trazer alívio e esperança a uma população que enfrenta desafios difíceis em meio a essa crise.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *