segunda-feira, julho 22

Jaboatão aparece em penúltimo lugar no programa Previne Brasil

Gestão de saúde precária coloca Jaboatão em posição alarmante. Exigindo ação imediata e investimentos.

Jaboatão dos Guararapes Enfrenta Crise na Saúde: Penúltimo Lugar no Previne Brasil 2023. Foto: Chico Bezerra
Jaboatão dos Guararapes Enfrenta Crise na Saúde: Penúltimo Lugar no Previne Brasil 2023. Foto: Chico Bezerra

Sob a liderança do prefeito Mano Medeiros (PL), a cidade de Jaboatão dos Guararapes enfrenta um preocupante cenário na área da saúde. Ocupando o penúltimo lugar no ranking do Previne Brasil 2023, divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde. A avaliação, referente ao segundo quadrimestre deste ano, coloca o município no 184° lugar entre os 184 municípios. E o Arquipélago de Fernando de Noronha que compõem o estado de Pernambuco.

Com uma pontuação de apenas 4.57 em uma escala que vai até 10.0, e um desempenho de 132.57 em uma escala de 1.000. Jaboatão dos Guararapes demonstra sérios desafios na oferta de atenção básica e na gestão de saúde. Esse resultado coloca a cidade em uma posição extremamente desfavorável. Destacando a necessidade de ações imediatas para melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos à população.

Contudo, além de sua classificação alarmante em Pernambuco. Jaboatão dos Guararapes também figura como a penúltima cidade na Região Metropolitana do Recife. E entre os municípios com mais de 100 mil habitantes no estado. Todavia, para uma das maiores cidades de Pernambuco. Esse desempenho é profundamente preocupante e requer uma revisão urgente das políticas e investimentos na área da saúde.

A gestão atual enfrenta um desafio considerável para reverter essa situação. E garantir que os cidadãos de Jaboatão dos Guararapes tenham acesso a serviços de saúde de qualidade. A comunidade e os órgãos públicos locais devem unir esforços para identificar as principais deficiências e implementar medidas eficazes que promovam uma melhoria significativa na saúde do município.

Assim, é essencial que a gestão da saúde seja tratada com prioridade. Com investimentos em infraestrutura, capacitação de profissionais e ampliação do acesso aos serviços de atenção básica. Somente embora, assim, Jaboatão dos Guararapes poderá sair do penúltimo lugar nesse ranking e proporcionar uma melhor qualidade de vida para sua população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *