sábado, junho 22

Inmet divulga alerta de acumulado de chuva para RMR e Zona da Mata

O alerta tem um grau de severidade

Foto: Sandy James/DP

O Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, divulgou neste domingo (9) um alerta de acumulado de chuva que envolve a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata pernambucana. O aviso é válido para o período que começou neste domingo às 9h20, e segue até a segunda-feira (10), às 10h.
O alerta tem um grau de severidade de “perigo potencial”. Ainda de acordo com o Instituto, pode chover entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Existe ainda um baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em cidades com tais áreas de risco. O aviso também fala que as áreas mais afetadas são: Região Metropolitana de Recife, Zona da Mata Mata pernambucana, Leste sergipano, Leste alagoano, Agreste sergipano, Agreste alagoano, Mata paraibana, Sertão sergipano e o Nordeste baiano.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

O Governo de Pernambuco decretou situação de emergência em 12 municípios, todos situados na Mata Sul. No sábado (8), em edição extra do Diário Oficial de Pernambuco, o governo publicou o decreto da declaração (nº 54.993), válido por um período de 60 dias, para reforçar as ações nos municípios. Um centro de apoio para ofertar serviços sociais às pessoas impactadas com as chuvas será instalado no município de Catende.
De acordo com a Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil, foram registradas 2,8 mil pessoas, de 756 famílias, atingidas pelas chuvas intensas. Desse total, cerca de 2,4 mil pessoas, de 656 famílias, estão desalojadas, e 415 pessoas, de 101 famílias, estão desabrigadas. 13 pontos de deslizamentos foram registrados nessas cidades, sendo quatro em Catende, sete em Joaquim Nabuco, um em Cortês, e um em Rio Formoso.
Entre os índices pluviométricos levantados pela Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) nos 12 municípios incluídos na situação de emergência, os maiores volumes de chuvas nas últimas 48 horas ocorreram em Xexéu (117 mm), Joaquim Nabuco (104 mm) e Barreiros (100 mm).
A situação de emergência está estabelecida nos seguintes municípios: São Benedito do Sul, Belém de Maria, Água Preta, Catende, Quipapá, Xexéu, Barreiros, Joaquim Nabuco, Cortês, Jaqueira, Rio Formoso e Maraial. Para decretar a situação, o governo levou em consideração relevantes condições, como a preservação do bem-estar da população e das atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos, e o fato dos habitantes dos municípios afetados ainda não terem condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos provocados pelo evento adverso.
A população poderá contar com o centro de apoio do Governo do Estado, a ser estruturado em Catende, a partir do início desta semana. A ação integrará Defesa Civil, Compesa e órgãos de saúde, assistência social e cidadania.

Diário de Pernambuco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *