segunda-feira, maio 27

Funarte anuncia programa de fomento às artes com investimento de R$ 52 milhões

 Inscrições começam na quinta-feira (13) e vão até 28 de agosto

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Fundação Nacional de Artes lançou o “Funarte Retomada: Programas de Fomento da Política Nacional das Artes”, na segunda-feira (10), para destinar recursos a iniciativas artísticas de vários seguimentos.
As inscrições para artistas e empresa do setor cultural participarem do programa começam amanhã (13) e serão finalizadas no dia 28 de agosto. O resultado será divulgado em novembro deste ano.
O investimento inicial é de R$ 52 milhões para o cenário de artes visuais, música, dança, circo e teatro. A previsão é que os recursos aumentem já no próximo semestre, que somados vão totalizar R$ 100 milhões para este ano e o próximo.
O evento de lançamento aconteceu no Palácio Capanema, no Rio de Janeiro, que está fechado há 12 anos, mas tem data de reabertura total prevista para o próximo ano. Participaram da reunião a ministra da Cultura Margareth Menezes e a presidenta da Funarte, Maria Marighella.
Segundo a chefe da instituição, o foco das ações está na promoção de diversidade. “Medidas que pretendem corrigir distorções e garantir a igualdade de oportunidades e empregabilidade para mulheres, pessoas negras, indígenas, pessoas com deficiência, trans e travestis”, afirmou.
Para cada linguagem de atribuição, o programa prevê a destinação de R$ 18 milhões, divididos em cinco editais, cada um com R$ 3,5 milhões. Todos os editais terão cota mínima para grupos diferentes: 20% para projetos de artistas negros, 10% para indígenas e 10% para pessoas com deficiência.
Além disso, são lançados o “Bolsa Funarte de mobilidade artística”, para difusão nacional e internacional de eventos de pequeno e médio porte, e o “Prêmio Funarte de mestras e mestres nas artes”, para artista de 60 anos ou mais que possuam, no mínimo, 10 anos de experiência. O “Programa Funarte de ações continuadas” ainda prevê R$ 30 milhões para investir no acesso da população do Brasil à arte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *