sábado, junho 22

Faxineiro desliga “bipe irritante”, destrói pesquisa de 25 anos e causa prejuízo de R$ 6 milhões

O freezer funcionava a uma temperatura constante de 45ºC negativos. Ao ser desligado, caiu para 4ºC negativos, inutilizando todo o material e causando prejuízo

Foto:Reprodução
O Instituto Politécnico de Rensselaer, de Nova York (EUA), está processando uma empresa de limpeza por conta de um caso surreal.
Quem conta a história é o site The Sun. Um faxineiro, irritado com o som de um dos equipamentos do laboratório, simplesmente desligou o congelador que mantinha, há 25 anos, culturas de células e outras amostras para estudos.
O freezer funcionava a uma temperatura constante de 45ºC negativos. Ao ser desligado, caiu para 4ºC negativos, inutilizando todo o material e causando um prejuízo de pouco mais de R$ 6 milhões.
O Rensselaer, considerado a primeira universidade de pesquisa tecnológica dos Estados Unidos, fundado em 1824, abriu um processo contra a empresa que terceirizou o faxineiro.
Segundo a reportagem do The Sun, no freezer havia uma placa explicando como desligar o sinal sonoro sem afetar o equipamento, mas foi ignorada.
“No fim do interrogatório, ele (faxineiro) ainda não parecia acreditar que tinha feito algo errado, mas tentado apenas ajudar”, contou o advogado do instituto, Michael Ginsburg, ouvido pelo site.

ag Oglobo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *