sexta-feira, maio 24

Após autorização da Arpe, Compesa aumenta taifa de água em 11,21% na conta

Foto: Igor Jácome/g1
A conta de água vai ficar mais cara, a partir de 28 de abril deste ano. A Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe) autorizou, nesta quarta (29), o aumento de 11,21% na tarifa cobrada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O reajuste foi publicado no Diário Oficial do Estado.
Atualmente, a tarifa residencial mínima custa R$ 50,50. Ela é cobrada na faixa de consumo mensal até 10 metros cúbicos. Com o reajuste, essa conta sobre para pouco mais de R$ 56.
A Compesa tem cerca de 7 milhões de clientes em todo o estado. O reajuste só não será aplicado aos 70 mil consumidores que têm a tarifa social. Os clientes de baixa vão continuar pagando R$ 9,44.
Por meio de nota, Compesa informou que o reajuste foi autorizado para “solucionar pendência do exercício administrativo de 2022”.
O aumento faz referência ao período de julho de 2021 a junho de 2022. No ano passado, a inflação foi de 5,79%. Em 2021, chegou a 10,06%.

Histórico

Ainda segundo a Compesa, o aumento vai entrar em vigor 30 após a autorização da Arpe. O pedido de reajuste de conta foi enviado pela Compesa à Arpe em 29 de junho. No entanto, por decisão do acionista majoritário, que é o governo de Pernambuco, essa solicitação foi suspensa em 11 de julho.
Na nota, a companhia alegou que “enfrentou aumentos expressivos dos custos de energia elétrica e produtos químicos, sendo este último insumo ter sido majorado em 100% apenas nos últimos 12 meses”.

G1PE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *