segunda-feira, maio 20

Prefeituras de Pernambuco e servidores municipais são alvos de operação da Polícia Federal

Um gestor municipal, de identidade não revelada, está sendo investigado por ter contratado empresas “fantasmas” que eram ligadas a um mesmo grupo de empresários

PF
Foto: Divulgação/PF
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Hidra. Os alvos são agentes públicos, servidores e empresários suspeitos de envolvimento com crime contra a administração pública e lavagem de dinheiro. Grande parte está concentrado no Sertão de Pernambuco. A ação é comandada pela Delegacia da Polícia Federal de Caruaru e conta com 214 policiais.
Estão sendo cumpridos 86 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª vara (TRF-5), nas seguintes cidades: Recife, Camaragibe, Caruaru, Arcoverde, Ibimirim, Afogados da Ingazeira, Itacurbua, Inajá e Salgueiro.
Um gestor municipal, de identidade não revelada, está sendo investigado por ter contratado empresas “fantasmas” que eram ligadas a um mesmo grupo de empresários. A susposta empresa prestava serviços nas áreas de saúde, engenharia e locação de veículos.
Após um acordo de colaboração premiada, foi possível dar início as investigações. A partir disso, a PF conseguiu dados financeiros que mostravam movimentações financeiras, como lavagem de dinheiro. Além disso, também houve a comprovação de contas “laranjas” de ex-servidores, servidores e de pessoas que não tinham nenhuma pouca condição socioeconômica para movimentação de grandes valores. Os crimes investigados na operação são organização criminosa, corrupção ativa e passiva, dispensa indevida de licitação, fraude à licitação, e lavagem de dinheiro, As penas podem ultrapassar 42 anos de reclusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *