segunda-feira, junho 17

Pernambuco reduz em 3% as mortes violentas em junho de 2023; Houve aumento no Recife e no Agreste

Estado somou 265 mortes no mês passado. Foram oito ocorrências a menos do que em junho de 2022

Foto: Sidney Lucena/JC Imagem

Pernambuco somou 265 mortes violentas em junho de 2023, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Houve redução de 3% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando 273 pessoas foram assassinadas.
No acumulado do ano, de janeiro a junho, 1.790 mortes violentas foram registradas pela polícia. No mesmo período de 2022, foram somados 1.860 ocorrências. A queda é de 3,8%. O governo estadual ainda não anunciou qual a meta anual de redução da violência. No Pacto pela Vida, o índice previsto era de 12%, poucas vezes alcançado.
Quando se fala em mortes violentas, como elas atualmente são classificadas pela SDS, estão sendo englobados os crimes de homicídios, latrocínios, feminicídios, lesões corporais seguidas de morte e óbitos decorrentes de intervenções policiais.

RECIFE E AGRESTE REGISTRARAM AUMENTO DOS HOMICÍDIOS EM JUNHO DE 2022

Se analisados os números de mortes violentas por região de Pernambuco no último mês de junho, é possível observar que houve aumento das ocorrências no Recife e no Agreste. Região Metropolitana, Zona da Mata e Sertão registraram queda.
No Recife, 45 mortes foram somadas no mês passado. Seis a mais do que no mesmo período de 2022.
No acumulado do primeiro semestre, a capital pernambucana já registrou 292 pessoas assassinadas. No mesmo período do ano passado, foram 288.
Na região do Agreste, 67 pessoas foram mortas em junho deste ano. Cinco a mais do que no mesmo período de 2022.
Já na Região Metropolitana (sem incluir a capital), 66 mortes foram somadas em junho. Foram nove registros a menos. No Sertão, o número de assassinatos chegou a 38 – sendo dois a menos que em junho de 2022.
Por fim, na Zona da Mata, a polícia contabilizou 49 mortes violentas em junho deste ano. Foram oito casos a menos.
Por fim, na Zona da Mata, a polícia contabilizou 49 mortes violentas em junho deste ano. Foram oito casos a menos.
No acumulado do primeiro semestre, a polícia já somou 30 feminicídios. Dez a menos que em 2022.

PROGRAMA DE SEGURANÇA SERÁ LANÇADO EM JULHO

A governadora Raquel Lyra voltou a afirmar que vai lançar o programa Juntos pela Segurança agora em julho, mas disse que falta marcar a data do evento oficial.
Na última terça-feira, o governo estadual entregou 100 novas viaturas para os 12 batalhões da Polícia Militar da Região Metropolitana do Recife (RMR). A promessa é de, até o final do ano, entregar 895 no total. O investimento é de R$ 39 milhões.
Sete mil coletes balísticos para garantir a proteção dos policiais militares também foram entregues e, segundo a gestão estadual, vão garantir que os profissionais não precisem mais dividir o material com os colegas, como até então acontecia.
Dos sete mil novos coletes balísticos, 4.650 serão distribuídos para o efetivo masculino e 2.350 unidades para o feminino. O investimento é avaliado em R$ 10 milhões.
Sobre os concursos públicos para as forças de segurança (polícias Militar, Civil e Científica e Corpo de Bombeiros), tão necessários, a governadora disse que anúncios serão feitos no dia do evento do Juntos pela Segurança, e que os editais devem ser lançados até o fim do ano.

Jornal do Comercio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *