terça-feira, maio 28

Mercado de chocolate é promissor em produção, exportação e geração de empregos

A indústria desse produto gerou cerca de 23 mil empregos diretos

Foto: Freepik
Nesta sexta-feira (07), é comemorado o Dia Internacional do Chocolate. Atualmente no Brasil, o cenário de mercado de chocolates tem se mostrado promissor em termos de produção e exportação, e geração de empregos.
Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), a indústria de chocolate é responsável por cerca de 23 mil empregos diretos. Esse relatório é solicitado, anualmente, pelo Ministério do Trabalho e Emprego para informações de pessoas jurídicas e outros empregadores.
A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab) entende que o número demostra importância do setor para o mercado de trabalho. Em parceria com a Consultoria KPMG, a Abicab realizou um levantamento que indicou um aumento de 9,8% na produção de chocolates no primeiro trimestre de 2023, em comparação ao mesmo período de 2022.
Ainda segundo a Abicab, o Brasil é um dos poucos países que participa de toda a cadeia produtiva do produto, sendo responsável pela produção de amêndoas de cacau até as indústrias responsáveis pela fabricação do chocolate que será comercializado.
Em 2022, o consumo de chocolates no Brasil atingiu 3,6 kg/per capita, contra 3,2 kg em 2021. Os fatores apontados pelo crescimento do consumo são o aumento de renda da população e a redução do número de desemprego, o que gera mais poder de compra para os brasileiros.
No primeiro trimestre de 2023, 17,5 mil toneladas foram exportadas, o que corresponde a U$ 71,8 milhões. Todo o ano de 2022 gerou 35,8 mil toneladas para exportação, totalizando US$ 141,3 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *