sábado, junho 22

Marília Arraes pede beatificação de Dom Hélder ao Papa

Marília Arraes encontra Papa Francisco durante Concerto Pela Paz no Vaticano e faz emocionado pedido pela beatificação de arcebispo emérito de Olinda e Recife, além de agradecer pelo empenho do pontífice pela paz mundial.

Marília Arraes encontra Papa Francisco durante Concerto Pela Paz no Vaticano. Foto: Divulgação
Marília Arraes encontra Papa Francisco durante Concerto Pela Paz no Vaticano. Foto: Divulgação

Convidada para um evento no Vaticano, a vice-presidente nacional do Solidariedade, Marília Arraes, aproveitou o encontro com o Papa Francisco e pediu, emocionada, pelo processo de beatificação do arcebispo emérito de Olinda e Recife Dom Hélder Câmara que se encontra sob avaliação em Roma.

No último sábado (4), durante o encerramento do Concerto Pela Paz, realizado na Sala Paulo VI no Vaticano, a política brasileira Marília Arraes teve a oportunidade de se encontrar com o líder da Igreja Católica, o Papa Francisco. Nesse encontro, além de expressar seu pedido pelo processo de beatificação de Dom Hélder Câmara, Marília agradeceu ao pontífice pelos esforços em prol da paz mundial.

A Sala Paulo VI foi o cenário para este encontro singular, onde a vice-presidente nacional do Solidariedade expressou sua emoção ao Papa. Ela viajou ao Vaticano na companhia de seu marido, Cacau, para participar desse importante evento.

Durante a breve conversa, Marília Arraes, comovida, pediu ao Papa Francisco que apoiasse o processo de beatificação de Dom Hélder Câmara, um dos líderes religiosos mais admirados do Brasil e do mundo. O arcebispo emérito de Olinda e Recife é lembrado por seu comprometimento com os mais necessitados e sua luta pela justiça social.

Marília destacou que o encontro foi de uma intensidade difícil de explicar, apesar de sua brevidade. Ela expressou sua gratidão ao Papa por seu acolhimento, amor e por sua incansável luta em favor do fim das guerras e pela paz mundial. O momento foi marcado por um afetuoso aperto de mãos, simbolizando a união em prol da paz e da solidariedade.

O encontro entre Marília Arraes e o Papa Francisco ocorreu no contexto do Concerto Pela Paz, um evento que teve a participação da Orquestra Brasileira e aconteceu em duas etapas. A primeira apresentação teve lugar na sexta-feira (3) no Altar-mor da Basílica de São Pedro, onde músicos brasileiros tocaram ao lado de 12 italianos, oito ucranianos e oito russos. Este evento foi organizado pelo Serviço Internacional da Renovação Carismática Católica e pela Comunidade Obra de Maria, com apoio da Fondazione Cavalsassi.

O Concerto Pela Paz se tornou um marco de união entre diferentes culturas e nacionalidades, destacando a importância da paz e da harmonia em um mundo frequentemente marcado por conflitos e divisões. A presença de Marília Arraes no evento, juntamente com o Papa Francisco, ressalta a necessidade de promover valores de solidariedade e concórdia em nossa sociedade.

O pedido de Marília Arraes pela beatificação de Dom Hélder Câmara também ecoa a admiração de milhões de pessoas que reconhecem o legado do arcebispo emérito de Olinda e Recife. Cuja vida foi dedicada à busca de um mundo mais justo e compassivo.

O processo de beatificação, agora apoiado pela vice-presidente do Solidariedade, representa um importante passo em direção ao reconhecimento formal da contribuição excepcional desse líder religioso.

O encontro no Vaticano e o pedido emocionado de Marília Arraes demonstram como eventos como o Concerto Pela Paz podem se tornar uma plataforma para a promoção de valores universais, como a paz, a solidariedade e a justiça social.

Enquanto o processo de beatificação de Dom Hélder Câmara segue sob avaliação em Roma, a esperança por um mundo mais pacífico e inclusivo continua a inspirar pessoas de todas as origens e crenças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile