sexta-feira, maio 24

Governadora Raquel Lyra inaugura obra em Sertânia que vai levar água para dez comunidades

Foto: Janaína Pepeu/Secom
Em um compromisso de transportar água para comunidades do Sertão pernambucano, a governadora Raquel Lyra inaugurou, nesta quinta-feira (20), a obra de implantação do sistema de abastecimento de água do Rio da Barra, no município de Sertânia. Com um investimento total de R$ 6,1 milhões, aporte do Governo Federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a intervenção vai garantir água a mais de 3 mil pessoas em dez comunidades.
“O trabalho, junto à Compesa e à Secretaria de Recursos Hídricos, de captação de recursos é para garantir que a gente possa chegar à vida das pessoas que não têm acesso à água. Hoje foi inaugurado um sistema simplificado de abastecimento de água, grande parte financiado pelo governo federal. A gente vai garantir recursos para permitir que obras como essa possam chegar a diversas comunidades rurais”, ressaltou Raquel Lyra, acompanhada do secretariado estadual.
A obra compreende uma estação flutuante, para a captação de água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, seguida da construção de uma estação de tratamento de água e um reservatório apoiado, com capacidade de 200m³. A estrutura também inclui uma estação elevatória, com dois sistemas elevatórios, uma estação de tratamento de efluentes, adutoras com 18 km de extensão, dois reservatórios elevados e uma rede de distribuição com extensão de 13,7 km.
As comunidades que receberão água são: Barreiros, Cacimbinha, Maia, Rio da Barra, Salgadinho, Salgado, Santa Maria, São Gonçalo, Waldemar Siqueira e Xique-Xique.
O Sistema de Abastecimento de Água do Rio da Barra faz parte do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), um modelo de política pública que promove a gestão compartilhada de sistemas locais de abastecimento e saneamento, com foco em populações vulneráveis que vivem em áreas de grande escassez de água.
Já existem quatro unidades do modelo implantadas em Pernambuco: Sisar Moxotó, com sede em Arcoverde (do qual faz parte o Sistema Rio da Barra); Sisar Alto Pajeú, com sede em Afogados da Ingazeira; Sisar Sertão Central & Araripe, com sede em Salgueiro e Sisar Sertão do São Francisco, com sede em Lagoa Grande. Um quinto Sisar está em fase de implantação para beneficiar os municípios da Zona da Mata Sul.
Ao todo, o programa já alcança 2.676 localidades de 52 cidades pernambucanas, todas em regiões de baixa disponibilidade hídrica.
Estiveram na inauguração os prefeitos de Custódia, Manuca de Zé do Povo; de Buíque, Arquimedes Valença; de Arcoverde, Wellington Maciel; e de Sertânia, Ângelo Ferreira; além do deputado federal Pedro Campos e lideranças da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *