quinta-feira, junho 20

Bebê de 1 ano morre durante incêndio em apartamento

A identidade do bebê ainda não foi divulgada pelas autoridades, que prosseguem nas investigações para esclarecer as circunstâncias do incêndio.

IML recolhe corpo do bebê morto em incêndio
IML recolhe corpo do bebê morto em incêndio. Foto: TV Guararapes

Uma terrível tragédia abalou a tranquilidade do bairro de Pau Amarelo, na Região Metropolitana do Recife (RMR), na madrugada desta quarta-feira, quando um bebê de apenas 1 ano perdeu a vida em um incêndio que se concentrou no quarto da criança.

De acordo com informações fornecidas pelo Corpo de Bombeiros, o trágico incidente ocorreu durante as primeiras horas do dia. As equipes de resgate foram acionadas com urgência, enviando seis viaturas para o local da ocorrência. No entanto, ao chegarem, o fogo já havia sido extinto pelos próprios moradores do condomínio.

A identidade da vítima ainda não foi divulgada pelas autoridades, que prosseguem nas investigações para esclarecer as circunstâncias do incêndio. A causa do fogo permanece desconhecida e será apontada após a realização da perícia.

No momento do incidente, além do bebê, encontravam-se no apartamento os pais da criança. Felizmente, eles não sofreram ferimentos no ocorrido. A comunidade local expressou preocupação com a demora na chegada das equipes de resgate, e diversos serviços de emergência foram mobilizados para a cena, incluindo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Polícia Militar e o Instituto de Medicina Legal (IML).

A Polícia Civil de Pernambuco emitiu um comunicado oficial, informando que suas equipes estão conduzindo investigações no local da tragédia e prometem fornecer informações adicionais em breve. A morte do bebê gerou comoção na comunidade, e autoridades estão empenhadas em esclarecer os fatos para que a família e a população possam entender o que aconteceu.

O ocorrido em Pau Amarelo é um lembrete angustiante dos perigos que podem surgir de forma inesperada e impactar vidas de forma irreversível. A solidariedade da comunidade e o suporte às famílias afetadas são fundamentais em momentos como esse. À medida que as investigações avançam, a busca por respostas continua, e nossa equipe de reportagem acompanhará de perto o desenrolar dessa triste história.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *