domingo, julho 21

Trabalhadores da enfermagem vão às ruas do Recife cobrar o pagamento do retroativo do piso ao Governo de Pernambuco nesta sexta

Profissionais da saúde protestam por repasses atrasados em frente à Assembleia Legislativa e Palácio do Campo das Princesas.

Greve da enfermagem
Foto: Divulgação
Nesta sexta-feira, dia 22 de setembro, os profissionais da enfermagem de Pernambuco se reunirão em uma manifestação em busca do pagamento do retroativo do piso salarial, estabelecido pelo Ministério da Saúde, que até o momento não foi repassado pelo Governo de Pernambuco. O ato está marcado para iniciar às 8h, em frente à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), e seguirá com uma marcha até o Palácio do Campo das Princesas.
O Ministério da Saúde determinou que os estados e municípios efetuassem o pagamento do retroativo referente ao piso salarial dos profissionais da enfermagem até o dia 21 de setembro de 2023. No entanto, até o momento, não houve pronunciamento oficial da governadora Raquel Lyra sobre o repasse dos valores.
Francis Herbert, presidente do Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (Satenpe), expressou sua preocupação com a falta de resposta do governo estadual. “A portaria 1135/2023 do Ministério da Saúde é clara quanto ao prazo de 30 dias estabelecido para o pagamento, e estamos chegando ao fim desse período sem qualquer sinal de que os valores serão repassados aos trabalhadores”, afirmou Herbert.
O presidente do Satenpe também alertou para as possíveis consequências caso o pagamento não seja realizado dentro do prazo estipulado. “Se não houver o envio dos valores aos trabalhadores da enfermagem vinculados à Secretaria Estadual de Saúde, eles irão suspender suas atividades laborais em protesto pela falta de reconhecimento e valorização da categoria”, destacou Francis Herbert.
O repasse do Ministério da Saúde diz respeito aos meses de maio, junho, julho e agosto, e tem como foco os estados e municípios que ainda não cumprem o pagamento do piso salarial às categorias contempladas. Os profissionais da enfermagem desempenham um papel fundamental no sistema de saúde, especialmente durante a pandemia da COVID-19, e a cobrança pelo pagamento do retroativo do piso salarial é vista como uma medida de justiça e reconhecimento de seu trabalho essencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *